VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

A TODOS, UM PRÓSPERO 2016!

Que as luzes do novo ano brilhem e tragam a todos novos desafios, novos projetos e muito sucesso. Um feliz e próspero Ano Novo para todos os nossos queridos leitores e colaboradores que nos acompanharam neste ano de 2015. 

Flávio Silva

MARTINÓPOLE-CE: CAÇADOR MORRE VÍTIMA DE DISPARO DURANTE CAÇADA.

Durante a manhã de quarta-feira, 30, por volta das 06h00, os policiais militares do destacamento de Martinópole receberam informações que tinha dado entrada no hospital local uma pessoa vítima de disparo de arma de fogo tipo espingarda socadeira.
Os policiais foram ao referido hospital e constataram que o agricultor Gean Correia Tabosa, 21 anos, havia morrido vítima de um disparo de arma de fogo que teria lhe atingido de forma acidental.
Segundo informações repassadas pela Polícia Militar ao blog Camocim Polícia 24h, a vítima tinha saído de casa por volta das 04h30 em companhia de um menor conhecido por “Galileu”, 13 anos, para uma caçada na localidade de Jaguaracy/Martinópole. Durante a caçada, a vítima já havia efetuado alguns disparos, sendo que a polícia acredita que quando a vítima foi carregar a arma novamente colocou bastante munição, talvez por erro, pois no horário ainda estava escuro no matagal.

EM GRANJA, POLÍCIA MILITAR CONTÉM MOTIM NA CADEIA PÚBLICA.

A Polícia Militar, através dos policiais da 3ªCia/3ºBPM, tiveram de intervir em um motim iniciado por detentos na cadeia pública da cidade de Granja. Era por volta das 22h30, quando os “reeducandos” (é assim que querem que chamem os presidiários), iniciaram uma perturbação à ordem ou a disciplina da prisão. Rapidamente os militares e o agente penitenciário de serviço na cadeia pediram reforço policial para conter os ânimos dos detentos da unidade.
Segundo informações repassadas pela Polícia Militar ao blog Camocim Polícia 24h, os detentos das celas 3 e 4 teriam iniciado o motim em represália à transferências de detentos da cadeia de Granja para a cadeia da cidade de Camocim. Na ocasião iniciou-se um quebra-quebra dentro das duas celas, inclusive algumas barras de ferro teriam sido danificadas.
Ao tomar ciência da ocorrência, o Tenente Coronel Artunane Aguiar, comandante da 3ªCia/3ºBPM, designou um grande aparato policial para o local (policiais da Força Tática, Força Tática Motos, Destacamentos de Granja, Martinópole e Parazinho, bem como os militares do Ronda de Granja). Com a chegada do policiamento, enfim os ânimos foram contidos por volta de meia-noite, sendo realizada uma vistoria cela a cela e deixando a cadeia novamente sob controle.

Camocim Polícia 24h

AGENTE PENITENCIÁRIO ACUSADO DE MATAR MODELO DISSE QUE AGIU EM LEGÍTIMA DEFESA.

O homem que confessou o crime disse que disparou para assustar e não tinha intenção de matar Johnny Moura.

O agente penitenciário Renílson Garcia Araújo Lima, 27, que confessou ter matado o modelo Johnny Moura Melo, 22, na madrugada do último dia 27, na saída de uma festa em um buffet, no bairro Dunas, disse que não atirou com intenção de matar. De acordo com o depoimento dele à Polícia, o tiro foi disparado apenas para assustar a vítima. O advogado Delano Cruz, que defende o agente penitenciário, disse que não há dúvidas que seu cliente foi o autor do homicídio, mas afirma que ele agiu em legítima defesa, após injusta provocação da vítima.
Quando foi ouvido na Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no último dia 29, o servidor público deu detalhes da confusão, que terminou em morte. Renílson Araújo contou que entrou armado com uma pistola 380 no evento, que não foi percebida durante a revista. Na festa, teria sido surpreendido por um homem, que ele define como "alto e forte" e "que parecia estar drogado e bêbado".

POLÍCIA CAPTURA HOMEM QUE APARECE EM VÍDEO ESPANCANDO A FILHA DE 03 ANOS. VEJA O VÍDEO DO MONSTRO.

O homem estava escondido na cidade de Francisco Morato, em São Paulo, e foi encontrado após a polícia receber uma denúncia anônima. A Justiça decretou a prisão do homem após pedido da delegada Marilda de Jesus Reis Romani e, poucas horas depois, oficiais localizaram o homem, que chegou a ser considerado foragido.

O vídeo, de 26 segundos, mobilizou internautas de todo o país ao mostrar imagens impressionantes: a menina chora enquanto pede ao pai, que avança sobre ela agressivamente, que não a agrida. “Não”, grita a pequena várias vezes, desesperada. O homem não se comove e golpeia a menina com um cinto por 12 vezes, enquanto a mãe filma a cena, sem se deixar coagir pelo homem. O caso, que viralizou nas redes sociais, mobilizou a Polícia Civil de Franco da Rocha, em São Paulo, que intensificou as buscas pelo agressor.