VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

terça-feira, 20 de outubro de 2015

EM CAMOCIM, INDIVÍDUO INVADE SÍTIO PARA ROUBAR E É LESIONADO A GOLPES DE FOICE PELOS PROPRIETÁRIOS.

Por volta das 10h15 de segunda-feira, 19, populares ligaram para o 190 dando conta que na localidade de Flamenga dos Gregório, zona rural  de Camocim, estava acontecendo uma briga entre três homens onde cada um estava com uma foice. De imediato foi deslocada para atender a ocorrência uma composição da Força Tática Motos com apoio de uma equipe as Força Tática e ao chegarem ao local constataram a veracidade da denúncia. Um indivíduo identificado como Leonardo Mendes da Silva, de 23 anos, estava caído dentro do cômodo de uma residência com o corpo coberto de sangue e lesionado a golpes de foice em três partes, uma na parte frontal da cabeça, uma no pulso direito que cortou os tendões e outra no joelho direito onde fraturou a patela. Um pouco mais adiante estavam mais dois indivíduos, o pescador Raimundo Fernando da Costa e o agricultor Fernando José Oliveira de Carvalho, os quais também estavam lesionados, porém, levemente.

JUIZ COGITA ENVIAR MENORES INFRATORES A PRESÍDIO.

Os adolescentes em conflito com a Lei que estão internados nos Centros Educacionais de Fortaleza podem ser transferidos para um presídio que foi construído no Complexo Penitenciário de Itaitinga para receber militares, mas está desocupado. A possibilidade foi apresentada, na noite de ontem, pela vice-governadora Izolda Cela ao juiz da 5ªVara da Infância e Juventude, Manuel Clístenes de Façanha e Gonçalves. O magistrado disse que considera uma boa opção e irá fazer vistorias no local para constatar se o equipamento tem condições de receber os menores.
Segundo Clístenes Gonçalves, caso a transferência seja efetivada, acontecerá de modo excepcional e temporário. "Praticamente todos os Centros estão destruídos, porque passaram por repetidas rebeliões. Não podemos fazer estas reformas com os adolescentes lá. Já tentamos e tivemos experiências muito negativas. Vamos ver se existe o mínimo de condição de o presídio receber esses adolescentes e tentar um convencimento com o Poder Judiciário de Itatinga para que eles recebam os meninos na comarca", explicou o juiz.