VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

EM CAMOCIM, POLÍCIA MILITAR PARTICIPA DA ABERTURA OFICIAL DA SEMANA DA PÁTRIA.



Policiais militares da Força Tática de Apoio e da Força Tática Motos (FTM), comandados pelo Tenente Coronel Artunane Aguiar, participaram da abertura oficial da Semana da Pátria em Camocim que aconteceu às 08h00 da manhã desta quinta-feira, 01, no Paço Municipal de Camocim. O evento ainda contou com a participação das autoridades locais, de militares da Marinha e do Tiro de Guerra 10-001, de guardas municipais, agentes da Sutran e alunos da rede pública e particular do município.
A semana da Pátria culmina com o desfile cívico-militar no dia 7 de setembro pelas ruas do centro da cidade.


Camocim Polícia 24h

APÓS PRISÃO DE PMS, GRANDE FORTALEZA REGISTROU NOITE VIOLENTA COM LATROCÍNIOS E HOMICÍDIOS

A noite de quarta-feira (31) – a última do mês de agosto – foi marcada pela violência na Grande Fortaleza, com o registro de vários casos de assaltos, tiroteio e a morte de cinco pessoas. Os homicídios em sequência aconteceram nas ruas da Capital e bairros dos Municípios de Caucaia e Maracanaú.
Logo no começo da noite, um crime de morte ocorreu em um condomínio popular no bairro Conjunto Timbó, em Maracanaú, onde aconteceu um cerrado tiroteio entre gangues daquela região. No final do confronto, um jovem estava morto e, pelo menos, outros três feridos. Na Rua 140, a Polícia encontrou o corpo de um jovem identificado somente por Samuel.
Logo depois, por volta das 20 horas, outro tiroteio deixou dois feridos no Conjunto Jereissati, também em Maracanaú. Quando a Polícia Militar chegou no local, encontrou um jovem, identificado apenas pelo apelido de “Lero”, em estado grave. Ele foi socorrido na própria viatura da PM para o Hospital do Município, onde acabou morrendo.

GRANJA-CE: DUPLA CRIMINOSA ROUBA MOTO DE MOTOTAXISTA

Um mototaxista teve sua moto tomada de assalto durante a noite de quarta-feira, 31, na cidade de Granja. 
Antonio Clarindo Sobrinho havia estacionado sua moto Rua Dona Chiqueza, bairro São Raimundo, quando de repente chegaram dois indivíduos desconhecidos, um deles com um revólver, anunciaram o assalto e tomaram sua motocicleta, uma Honda C100 BIZ de cor azul, ano 2012 e placa HXE-7065.
Os policiais realizaram diligência durante o restante da noite mais até o fechamento desta matéria não haviam conseguido êxito.   

Camocim Polícia 24h

PRISÃO DE PMS PELA CHACINA DE MESSEJANA ELEVA RISCO DE GREVE DA TROPA


O clima nos quartéis da Polícia Militar – principalmente na Capital e Região Metropolitana de Fortaleza – é tenso após o anúncio oficial da decretação da prisão preventiva de 45 militares, por conta da chacina de Messejana. Setores da tropa manifestaram a revolta diante do fato e defendem uma greve da categoria. O Comando-Geral da Corporação tenta evitar a paralisação.
Diante da iminente greve da tropa, no momento em que a violência armada e os assassinatos crescem na Capital, o governo do Estado determinou que o comandante-geral da instituição, coronel Geovani Pinheiro, agisse pessoalmente para aplacar o clima de revolta entre os militares. Na tarde de ontem, Pinheiro deixou seu Gabinete às pressas e foi até o Quartel do 5º BPM (José Bonifácio) conversar pessoalmente com os militares presos, seus familiares, advogados e com a tropa revoltada.
Dos 45 PMs que tiveram a prisão preventiva decretada, praticamente todos já se apresentaram espontaneamente no Presídio Militar. Na companhia de advogados e familiares, eles chegaram no Quartel em carros com vidros escuros, evitaram contato com a Imprensa e receberam o apoio dos representantes das entidades que congregam a categoria.
O deputado federal Cabo Sabino (PR), abandonou sua agenda de compromissos políticos em Brasília e retornou às pressas para a Capital cearense, onde já se manifestou, informando que considera as prisões um absurdo e que vai junto com sua assessoria jurídica trabalhar no sentido da libertação dos colegas de farda.
Já o deputado estadual – e candidato a prefeito de Fortaleza – Capitão Wagner (PR), também se manifestou e chegou a afirmar pelas redes sociais que a prisão de seus colegas de farda deveu-se a uma “orquestração” comandada pela família Ferreira Gomes (os irmãos Cid e Ciro Gomes), que são seus desafetos políticos.
Hoje, os familiares dos PMs e representantes da categoria prometem novos protestos.

Por Fernando Ribeiro