VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

EM CAMOCIM, ACUSADO DE CRIME É AUTUADO POR DUPLO HOMICÍDIO

Durante o início da tarde desta segunda-feira, 18, uma equipe da Polícia Civil de Camocim se deslocou até a cidade de Sobral para a realização do exame residuográfico (exame de parafina) no suspeito João do Pacol. O exame foi realizado e já por volta das 17h20, deu entrada na cadeia pública de Camocim o pedreiro João Igor do Nascimento, vulgo “João do Pacol”, de 22 anos, o qual está sendo acusado pelo duplo homicídio ocorrido em Camocim durante o início da noite de domingo, 17. Relembre o sinistro AQUI.
A princípio o delegado Dr. Herbert havia autuado o indivíduo João do Pacol por posse ilegal de arma de fogo, pois iria esperar o resultado do exame de parafina que foi realizado hoje na perícia forense de Sobral pelo perito Rafael. No entanto, como o resultado do exame demorará de 20 a 30 dias para sair, e devido às evidências e testemunhas que apontam para o suspeito, o Delegado resolveu autuar João do Pacol no artigo 121 do CPB (homicídio). O acusado já se encontra recolhido à cadeia pública de Camocim onde permanecerá à disposição da justiça.

Camocim Polícia 24h com informações do Inspetor Eudes

DUPLO HOMICÍDIO EM CAMOCIM: SUSPEITO FOI AUTUADO POR POSSE ILEGAL DE ARMA DE FOGO E SERÁ SUBMETIDO AO EXAME DE PARAFINA PARA PROVAR HOMICÍDIOS.

João do Pacol negou a autoria do crime. Disse que não tinha sido ele, embora a vontade fosse grande de matar o Júnior Nego.

Como publicamos com exclusividade, o indivíduo preso ainda na noite de domingo (17) por policiais militares da Força Tática sob a acusação do duplo homicídio foi identificado como João Igor do Nascimento, vulgo “João do Pacol”, de 22 anos. O indivíduo é um velho inimigo do Antonio Sousa Ximenes, 24 anos, o “Júnior Nego”. João do Pacol é o principal acusado de assassinar Junior Nego e seu sobrinho, o adolescente de 15 anos identificado como Álvaro Sousa Ximenes, o Álvaro. Tio e sobrinho foram mortos à bala no início da noite de domingo na calçada de sua residência, localizada na Rua Bandeirantes, bairro Boa Esperança.
Ainda durante a noite de domingo, pm’s da Força Tática conseguiram prender o suspeito João do Pacol. Horas depois os militares apreenderam um revólver calibre 38, cano médio, nº raspado, com seis cartuchos intactos, arma essa apreendida na casa de um irmão do acusado e que há a suspeita de ter sido usada no crime. O próprio João do Pacol confessou que a arma era sua, mais negou a autoria do crime: 

"Não foi eu que matei eles não, embora a vontade fosse grande de matar ele (Júnior Nego)", revelou o João Pacol.

Ainda do domingo, por volta das 23h00, já com o suspeito preso, os policiais tiveram que esperar até às 10h20 da manhã desta segunda-feira, 19, para iniciar os procedimentos, pois durante a noite a DPC não funciona por falta de delegado e devido ao movimento "Polícia Legal"

EM CAMOCIM, POLÍCIA MILITAR PRENDE LADRÃO DE CELULAR.

Um indivíduo identificado como Antonio Ivis dos Santos foi preso pela Polícia Militar durante a manhã de sábado, 16, sob a acusação de crime de furto, artigo 155 do CPB.
Uma mulher de 27 anos trafegava pela na Rua José de Alencar próximo ao Estádio Municipal quando um indivíduo lhe acompanhou e colocando a mão dentro do bolso fazendo gesto de que estava armado, tirou o celular do bolso da vítima e saiu tomando rumo ignorado. A vítima conseguiu acionar com agilidade a polícia que, com as características do acusado deu início às diligências e por volta das 14h00 conseguiu prender o indivíduo. De início o elemento negou o crime, contudo, após uma “boa” conversa ele resolveu abrir o jogo e disse ter negociado o aparelho celular para uma mulher identificada como Helena. A mulher também foi localizada e juntamente com o indivíduo foi conduzida para a DPC onde o caso foi repassado ao Delegado Dr. Márcio, que ao analisar o caso resolveu enquadrar o acusado por furto Artigo 155 do CPB (furto), sendo que a mulher foi ouvida e liberada.

Efetuaram a prisão: Sgt C. Félix, Sds Gleison, Gleison Nunes e Ribeiro
Camocim Polícia 24h

DUPLO HOMICÍDIO EM CAMOCIM: PM'S DA FORÇA TÁTICA CAPTURAM SUSPEITO.


Policiais militares da 3ªCia/3ºBPM prenderam ainda durante a noite de domingo, 17, um suspeito de ter cometido o duplo homicídio que ceifou a vida de Antonio Sousa Ximenes, 24 anos, o “Júnior Nego”, e seu sobrinho, o adolescente de 15 anos identificado como Álvaro Sousa Ximenes.
A princípio, familiares da vítima haviam afirmado para a polícia que os executores seriam dois indivíduos inimigos de Júnior Nego que trafegavam em uma moto Honda Titan de cor azul. Momentos depois os mesmos familiares disseram que o assassino era uma única pessoa, um sujeito alto e magro e até disseram seu nome.
Após ser comunicado sobre o sinistro, o Tenente Coronel Artunane Aguiar colocou todo seu efetivo policial de serviço no dia para realizar um pente-fino na cidade, capturar o acusado e dar uma resposta para a sociedade. As diligências foram iniciadas e cerca de duas horas depois do duplo homicídio uma equipe da Força Tática já estava com o principal suspeito preso, trata-se de um jovem inimigo declarado de Júnior Nego” e que foi reconhecido pelos familiares da vítima como sendo o assassino.
O suspeito foi capturado em uma residência no bairro dos Coqueiros. Momentos depois, um revólver que seria do suspeito, foi apreendido na residência de seu irmão, localizada no bairro Apossados.
Para os policiais, o indivíduo negou tudo, disse que era inimigo ferrenho de Júnior Nego mais que não teria sido ele quem havia o matado.
Os militares levaram o suspeito e as testemunhas do duplo homicídio para a DPC de Camocim. O delegado Dr. Herbert irá analisar o caso e decidirá se fará o flagrante no indivíduo ou não.

Efetuaram a prisão: Sgt C. Félix, Sds Gleison, Gleison Nunes e Ribeiro

Camocim Polícia 24h