VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

CHAVAL: QUATRO BANDIDOS FOGEM DA CADEIA PÚBLICA.

A PM já conseguiu capturar três dos quatro fugitivos, um deles foi baleado na altura das nádegas e o quarto está sendo procurado.

Nesta manhã de quinta (16), por volta de 7h 00min, fugiram da Cadeia Pública de Chaval, quatro bandidos de grande periculosidade, são eles:
 -Francisco das Chagas da Conceição, vulgo "Chico Uruoca", responde o artigo 33 da lei 11.343/06 (tráfico de drogas);
-Adelino Nascimento Carvalho, vulgo "Adelino", responde o artigo 157 inciso I e II (assalto a mão armada);
-Alan Alves de Sousa, vulgo "Alan", responde o artigo 129 (lesão corporal);
-Francisco de Assis Freire de Carvalho, vulgo "Assis", responde o artigo 121 (homicídio) c/c artigo 14 inciso II e ainda responde por uma Maria da Penha.

Segundo os policiais Cb Jerli, Sds Arruda e Vieira, os mesmos só passaram a ter ciência da fuga quando o carcereiro chegou por volta de 7h 00min que foi conferir o número de presos e viu as barras de ferro cerradas de uma das janelas que dar acesso a rua.  Quem lhes contou sobre a fuga foram os presos que permaneceram na cela e não quiseram fugir.
De imediato o comandante da 3ª CIA, Major Assis, determinou que os policiais de Barroquinha e os de Chaval fizessem uma busca minuciosa, um pente fino por toda a cidade. Ainda na parte da manhã os PMs conseguiram capturar três dos fugitivos, que são: Chico Uruoca, Adelino e Alan. Esse último, no confronto com a polícia, saiu baleado na altura das nádegas e foi encaminhado pro hospital. 
Os três fugitivos capturados foram conduzidos a Delegacia Regional de Polícia Civil em Camocim onde foram realizados os procedimentos cabíveis contra os rebelados.
Alan Alves de Sousa, " o Alan" foi conduzido aqui de Camocim para Santa Casa de Sobral para retirar uma "bala" que está alojada em suas nádegas.
Atualizado às 17h 30min


OPERAÇÃO DEZOITO: MAIS SEIS SUSPEITOS DE ASSALTO A BANCO E UM POLICIAL SÃO PRESOS

Policiais federais e militares cumprem, nesta quinta-feira (16), mandados de prisão expedidos contra suspeitos de envolvimento nos assaltos a bancos ocorridos no Ceará nos últimos meses.
Sete pessoas já foram presas, entre elas um policial militar. As ordens de prisão foram expedidas pela Justiça estadual. O trabalho foi denominado "Operação Dezoito "parte II.
Neste momento os policiais continuam as diligências no sentido de prender mais acusados. O número de mandados expedidos não foi revelado.
Na segunda-feira passada (13) policiais civis desarticularam uma quadrilha interestadual de assaltantes. Aprisão foi no município de Cruz, no Vale do Acaraú.  No dia seguinte, Paulo Roberto Muniz, suspeito de liderar a quadrilha, também foi preso.
Os seis suspeitos estão na Cadeia Pública de Acaraú. Dificilmente eles têm relação com os suspeitos presos pelos policiais federais na manhã desta quinta-feira (16).

Jangadeiro online

EM IPAUMIRIM, POLÍCIA PRENDE MECÂNICO QUE ABUSAVA SEXUALMENTE DE DOIS MENORES

Acusado
Cumprindo um Mandado de Prisão Preventiva, expedido pelo Juiz Giacumuzaccara Leite Campos da Comarca de Ipaumirim, a polícia prendeu o mecânico Damião Dias de Freitas, de 43 anos. Ele reside na Rua A (Bairro Alto Bandeirante) daquele município e é acusado de abusar sexualmente de dois estudantes. O mesmo foi preso na Rua Micena Alexandre no Centro de Ipaumirim.

Damião vai responder processo por crime de pedofilia. Segundo a polícia, há mais de dois anos, ele fazia sexo com os estudantes de iniciais M. D. C., de 12, e T. V. F., de 17 anos, que é sobrinho do acusado. Os dois moram no mesmo bairro do acusado e confirmaram os estupros à polícia. A prisão foi efetuada pelo Subtenente Bernardo e o Soldado Ronaldo ambos do Destacamento Militar de Ipaumirim. Damião foi conduzido para a cadeia daquela cidade, onde se encontra à disposição da justiça.
Miséria

O CEARENSE E O MEDO: SENSAÇÃO DE INSEGURANÇA É A 3ª MAIOR DO PAÍS

Dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad), do IBGE, mostram que apenas 43,3% dos cearenses se sentem seguros na cidade onde vivem. O percentual coloca o Ceará em terceiro lugar no "ranking da sensação de insegurança" entre os estados do País.
 
Apesar das grades, trancas, cercas elétricas e outros dispositivos de segurança, da porta de casa para fora se inicia um lugar no qual se tem cada vez mais medo: a cidade. Pesquisa divulgada ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostra que apenas 43,3% dos cearenses se sentem seguros na cidade onde vivem.
O percentual coloca o Ceará como terceira unidade da federação em que as pessoas se sentem mais inseguras, perdendo apenas para o Distrito Federal, onde o índice de sensação de segurança é de 43%, e para o Rio de Janeiro, onde apenas 42,3% declararam se sentir seguros. O estado onde a sensação de segurança nas cidades é maior é o Tocantins, com 71,8%.Em relação ao sentimento de insegurança no próprio bairro, a posição de terceiro lugar do Ceará se mantém, com 61,3% dos pesquisados dizendo se sentirem seguros. No Rio Grande do Norte, esse índice é de 56,3%, e no Pará apenas 49%.
A sensação de segurança em casa é de 75,8% no Ceará (quinto índice mais baixo no Brasil). No Estado, a pesquisa Características da Vitimização e do Acesso à Justiça no Brasil entrevistou 25.892 pessoas em 39 municípios.O levantamento também aponta a relação entre a sensação de segurança e o rendimento dos pesquisados. Conforme aumenta a renda mensal, menor é a proporção dos que se sentem seguros. Enquanto 27,3% dos cearenses com rendimento entre 0,5 e menos de um salário mínimo se sentem seguros na cidade, apenas 5,5% dos que ganham mais de dois salários mínimos declararam o mesmo.

BANDIDOS FUZILAM VIGILANTE DE POSTO

Um dos acusados do crime foi preso com duas armas. O comparsa dele permanecia foragido até o fim da noite de ontem
O vigilante Francisco de Assis Nascimento Tavares, 57, foi morto a tiro, na madrugada de ontem, durante uma tentativa de assalto ocorrido no posto de combustível onde ele trabalhava, no Parque Santa Maria, na Grande Messejana. Um dos acusados do crime, mesmo baleado, fugiu mas foi localizado e preso na Rua João Carlos Pace, no Jangurussu, por policiais militares da 2ª Companhia do 5º BPM (Messejana). Duas armas de fogo foram apreendidas em poder do assaltante ferido. 
Segundo a Polícia, o crime aconteceu no começo da madrugada de ontem, quando dois homens, em uma motocicleta, chegaram ao posto e anunciaram o assalto. O segurança reagiu e entrou em confronto com os acusados.
Durante a luta, Francisco foi baleado na cabeça e um dos acusados atingido na perna. O vigilante ainda foi levado para o Hospital Distrital Edmilson Barros de Oliveira, o ´Frotinha´ de Messejana, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.
Enquanto o corpo de Francisco estava no hospital, socorristas do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu/Fortaleza) foram chamados para uma ocorrência de lesão a bala, no Jangurussu. A equipe do Samu foi ao local do fato acompanhada de policiais militares. Os PMs descobriram que se tratava de um dos acusados do assalto ao posto de gasolina, identificado como Anderson Bezerra.