VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

BANDIDOS INVADEM MONSENHOR TABOSA E ASSALTAM AGÊNCIA DO BB

Os bandidos voltaram a agir no Interior do Ceará e, na madrugada desta sexta-feira (26), invadiram a cidade de Monsenhor Tabosa, nos Sertões de Canindé, e arrombaram a agência do Banco do Brasil.
A quadrilha, formada por oito homens fortemente armados, destruiu os caixas eletrônicos da agência bancária e, em seguida, foi à Delegacia de Polícia, onde metralharam a viatura usada para inibir ações criminosas.
As informações preliminares indicam que a chegada dos bandidos à agência do Banco do Brasil aconteceu por volta das 4h da manhã. Os bandidos teriam fugido em direção a Boa Viagem e a Polícia de Cratéus, que recebeu, no início desta semana um reforço de 34 homens, está em diligência tentando localizar os assaltantes, como conta o correspondente do Jornal Alerta Geral, na Região dos Inhamuns, Alverne Lacerda.

Fonte: Ceará Agora

PROMOTOR PEDE CONDENAÇÃO DE TIRIRICA POR FALSIDEDE IDEOLÓGICA

 RIO – O promotor Maurício Antonio Ribeiro Lopes pediu na quarta-feira a condenação de Francisco Everardo Oliveira Silva, o Tiririca, por falsidade ideológica. Deputado federal eleito com mais de 1,3 milhões de votos, o comediante foi acusado de ser analfabeto e de entregar à Justiça Eleitoral uma declaração que não teria sido escrita por ele.
- Pedi a condenação por falsidade ideológica, cuja pena máxima é de 5 anos. Um crime deste tipo não leva ninguém para a cadeia porque é sem violência. O mais importante é a perda do mandato eletivo que vem junto com a condenação – disse o promotor, que encaminhou o pedido ao juiz da 1ª Zona Eleitoral de São Paulo, Aloísio Sérgio Rezende Silveira.
Segundo o promotor, a partir do momento em que for notificada, a defesa de Tiririca terá cinco dias para se pronunciar. Quando receber os argumentos da defesa, o juiz tem dez dias para dar a sentença. Mesmo com a decisão, as partes poderão recorrer ao Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP). A partir do momento em que Tiririca for diplomado, o processo vai para o Supremo Tribunal Federal (STF) porque, como deputado federal, ele tem foro privilegiado.
- As provas colhidas em audiência e o parecer técnico de uma fonoaudióloga concluiu que ele é analfabeto funcional. Como a Constituição não determina qual é o tipo de analfabetismo que impede uma candidatura, eu resolvi pedir (a condenação) – declarou Ribeiro Lopes.
- Ele lê mal e não interpreta. Tanto que a defesa teve que pedir (durante a audiência) uma segunda manchete de jornal para que ele pudesse interpretá-la – completou o promotor, afirmando que a defesa de Tiririca informou durante a audiência que a declaração encaminhada à Justiça Eleitoral foi feita com a mulher do comediante segurando na mão dele.
O promotor comentou ainda o procedimento da Corregedoria do Ministério Público de São Paulo que investiga seus possíveis excessos na atuação do caso:
- Eu, até agora, não recebi absolutamente nada.. Não sou eu que me excedo. Às vezes, determinados veículos interpretam mal o que eu falo. Eu estou cumprindo a defesa da Constituição. Estou muito tranquilo com relação a isso.

Fonte: Camocim Terra do Sol

PM PRENDE ACUSADOS DE ASSALTAR LOTERIA E APREENDE DOIS REVÓLVERES, VINTE REAIS E A MOTO USADA NA FUGA.‏

Polícia Militar de Sobral comandada pelo Cel. Gilvandro Oliveira conseguiu prender na manhã de hoje os três indivíduos que assaltaram na tarde de Segunda-Feira, dia 23 de novembro de 2010, uma Casa lotérica, localizada nas proximidades do Centro de Convenções em Sobral.
Segundo a Polícia Militar o assalto rendeu aos bandidos cerca de R$ 7mil em dinheiro e na fuga os bandidos utilizaram uma moto bros cor vermelha.
Os bandidos agiram de forma violenta apontando as armas para as funcionarias e dois rapazes que estavam dentro do estabelecimento além de clientes que saíram do local desesperados.
O assalto foi filmado pelo circuito de TV da Casa Lotérica e repassado para a Polícia Militar que facilitou na identificação dos Assaltantes.
Hoje pela manhã, dia 25 de novembro de 2010, de posse de vários indícios, a Polícia Militar prendeu os três acusados identificados por, Maicon Kenalty Marques de Oliveira, 20 anos, natural de Sobral, conhecido por Maicon, residente na Rua Ipiranga bairro Dom José, Gutierry Freitas de Sousa, 18 anos, natural de Sobral, residente na Rua Pintor Lemos, Bairro Santa Casa, e Francisco Luis Alves Filho, 20 anos, conhecido por Filho, residente no Bairro Domingos Olimpio Sobral.
Em poder dos assaltantes a policia militar apreendeu dois revolveres, calibre 38 municiados, a moto bross cor vermelha utilizada na fuga além de papel aluminho, e recuperou apenas vinte reais em dinheiro.
A polícia militar também fez a condução de dois irmãos sendo, Mario Teixeira Fernandes, residente no Bairro Sinhá Sabóia, e Michele Teixeira Fernandes, onde foi apreendido um revólver no estabelecimento da mesma, que teria deixado pelo seu irmão que havia sido entregue por um dos assaltantes.
Todos os elementos foram apresentados ao Delegado Regional, Dr. Herbert Ponte Silva, que autuou os acusados por porte ilegal de arma art. 14, e vai instaurar o inquérito por portaria e pedir a prisão preventiva dos acusados por pratica de assalto, é importante ressaltar que a mulher e seu irmão foram apenas ouvidos pelo delegado e liberados, e a policia informou ainda que no mesmo dia do assalto os bandidos gastaram mais de dois mil reais em um motel desta Cidade.

Portal Sobral de Noticias

VOLTA POR CIMA: PALOCCI SERÁ O NOVO MINISTRO DA CASA CIVIL DO GOVERNO DILMA

O deputado Antônio Palocci Filho (PT-SP) será o novo ministro da Casa Civil. Ele foi convidado nesta quarta-feira, 24, pela presidente eleita, Dilma Rousseff, que comandou a pasta de junho de 2005 a março deste ano. Ex-ministro da Fazenda, Palocci preferia assumir um ministério de menor visibilidade, como a Secretaria Geral da Presidência, mas foi convencido por Dilma e pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva a aceitar a missão.
Ao assumir a Casa Civil, ministério responsável pela coordenação do governo, Palocci será definitivamente reabilitado na cena política. Fiador do rumo econômico no primeiro mandato de Lula, o então comandante da Fazenda foi abatido em março de 2006, no rastro do escândalo da quebra de sigilo bancário do caseiro Francenildo Costa, revelado pelo Estado. No ano passado, porém, Palocci foi inocentado pelo Supremo Tribunal Federal (STF).
Dilma havia planejado desidratar totalmente a Casa Civil – alvo de sucessivas crises nos últimos anos – mas mudou de ideia. Embora mais enxuta e sem projetos vistosos como o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), que serão transferidos para o Ministério do Planejamento, a Casa Civil continuará forte e seu titular, o capitão do time.
Entre suas várias atribuições, Palocci fará dobradinha com a Secretaria das Relações Institucionais na articulação política e cuidará da interlocução com governadores e prefeitos, além da reforma tributária.
Em conversas reservadas, Dilma já avisou que não quer saber de primeiro-ministro à sua volta. No primeiro mandato de Lula, esse carimbo pertencia a José Dirceu, que caiu na esteira da crise do mensalão, em 2005, e não queria que Palocci sentasse em sua antiga cadeira.

Jornal O Estadão

TOQUE DE RECOLHER PARA MENORES NÃO É RESPEITADO POR FALTA DE AGENTES FISCALIZADORES


A necessidade de "toques de recolher" para menores de 18 anos requer infraestrutura para seu cumprimento


Quixadá. As decisões de juízes em cidades do interior para restringir menores de 18 anos nas ruas após determinados horários noturnos dependem de pessoal e infraestrutura básica, como telefones e veículos, para sua verdadeira eficácia. No entanto, a começar pelos Conselhos Tutelares, os profissionais enfrentam muitas dificuldades no exercício do trabalho. Cinco Municípios cearenses adotaram a medida: Quixadá, Eusébio, Irauçuba, Canindé, Aiuaba e agora Chaval.

Para o presidente da Associação dos Conselheiros e Ex-conselheiros do Estado do Ceará (Acontece), Eulógio Neto, a solução do problema não está na medida restritiva de direito, a qual considera abusiva. O papel dos conselheiros também não é "pegar crianças". Na sua opinião, as portarias baixadas até agora nas quatro cidades do Ceará tendem a fracassar.

Como solução, ele aponta a implantação de uma agenda permanente de inclusão social. Esse trabalho somente poderá ser feito com a união de todos os poderes constituídos, principalmente os governos municipais, estaduais e Federal.

No Eusébio, a portaria do juiz de Direito, Eli Gonçalves Júnior, baixada em setembro de 2009, nunca foi cumprida. Segundo o conselheiro tutelar, Rogaciano Brito Lima, faltaram voluntários para realizar as fiscalizações na cidade. Apenas 18 se inscreveram. Seria necessário pelo menos o dobro. No Município, a iniciativa protetiva recebeu o título de "Toque de Acolher". "Como membro do Conselho, não sou a favor do Toque de Recolher, mas como cidadão apoio totalmente essa medida", avalia ele.

Para o presidente da Associação Cearense dos Magistrados (ACMAG), juiz Marcelo Roseno de Oliveira, as medidas restritivas são tomadas, na verdade, com o propósito de proteger as crianças e adolescentes. Há, em muitos casos, uma clara falência da família enquanto instância capaz de educar os jovens e mantê-los afastados da prática de ilícitos, o que exige uma ação do Poder Público.

RIO DE JANEIRO: AGORA É GUERRA




Após a ocupação da Vila Cruzeiro, na Penha, Zona Norte do Rio, policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) se preparam nesta sexta-feira (26) para fazer buscas dentro da favela. Mais 50 homens do batalhão vão reforçar o contingente de cerca de 100 agentes que já estão no local. Segundo o comandante do batalhão Paulo Henrique Moraes 300 agentes da Polícia Federal também vão se juntar às equipes que atuam nas ruas.
Na quinta, o Bope fez uma megaoperação na Vila Cruzeiro com apoio de blindados da Marinha. Muitos criminosos fugiram do local para o Conjunto de Favelas do Alemão, comunidade vizinha.
Desde domingo, o Rio de Janeiro vive uma onda de violência, com arrastões, veículos queimados e ataques a forças de segurança. Segundo o governo do Rio, é uma reação à política das UPPs, quando a polícia ocupa áreas antes dominadas por criminosos. Desde 2008, 13 dessas unidades foram instaladas na cidade.
Mesmo após a megaoperação de quinta, o Rio de Janeiro viveu uma madrugada com mais ataques, foram pelo menos cinco registrados. Em balanço divulgado na noite de quinta (25), a Polícia Militar informou que 72 veículos foram incendiados por criminosos desde o início dos ataques no domingo (21). Entre presos e detidos, há 188 pessoas.

BLINDADOS - Segundo o comandante do Bope Paulo Henrique Moraes, que participou da megaoperação na quinta de dentro de um dos blindados, as armas dos blindados da Marinha não devem ser usadas nas ações na Vila Cruzeiro nesta sexta. "Não é uma operação de guerra comum porque há muitos moradores. [É preciso] usar [as armas] de maneira criteriosa porque ali vivem cidadãos de bem, e trabalhamos pelo menor número de feridos possível”.

MADRUGADA - Pelo menos cinco ataques foram registrados na madrugada na região metropolitana do Rio. De acordo com os policiais, um Siena foi incendiado na Rua João Bittencourt, em Edson Passos, em Mesquita, na Baixada Fluminense. A PM informou ainda que o ataque ocorreu fora da comunidade da Chatuba. Outros quatro ataques foram registrados na madrugada desta sexta em diferentes pontos do estado: Via Dutra, Avenida Brasil, Ipanema e São Gonçalo.

MILITARES - Na noite de quinta-feira (25), o Ministério da Defesa informou, que, a pedido do governo do Rio de Janeiro, serão enviados 800 militares do Exército para auxiliar a polícia local no combate à onda de violência na capital do estado e em cidades vizinhas.
 
 MEGAOPERAÇÃO - Na quinta-feira (25), as polícias Militar e Civil realizam uma megaoperação na comunidade para prender criminosos que, segundo serviços de inteligência, deixaram comunidades pacificadas pelas chamadas UPPs, as Unidades de Polícia Pacificadora. A ação da polícia foi liderada pelo Bope, que contou com pelo menos 150 homens e com o apoio da Marinha, que cedeu inicialmente seis blindados. Uma hora depois do início da operação 200 policiais civis e mais três blindados da Marinha e quatro caveirões do Bope chegaram para dar reforço à ação.
 
Fonte: G1