terça-feira, 18 de dezembro de 2018

CAMOCIM HÁ MAIS DE QUATRO MESES SEM HOMICÍDIOS


Há mais de quatro meses que o município de Camocim não registra crime de homicídio, exatamente 125 dias. O último crime de morte ocorrido em nossa cidade e confirmado pela Secretaria de Segurança Pública aconteceu no dia 15 de agosto. Reveja AQUI.
A população reconhece e tem ajudado muito no grandioso trabalho executado em nosso município pela Gloriosa Polícia Militar do Ceará.

Camocim Polícia 24h

MISSA DE SÉTIMO DIA DE MINERVINA BEZERRA


Os familiares de Minervina Bezerra Silva dos Santos, esposa do Sargento "Quarenta", convidam parentes e amigos para uma Missa de Sétimo Dia, que será celebrada em sufrágio de sua alma, nesta terça-feira (18), às 18:00h, na Igreja Matriz de Bom Jesus dos Navegantes, em Camocim. 
Desde já, a família agradece a todos que comparecerem a esse ato de fé e solidariedade cristã.
Via Camocim Online

ESTATÍSTICAS POLICIAIS DE CAMOCIM E REGIÃO NO MÊS DE NOVEMBRO - PARTE III

Lesões a bala, a faca, a pauladas, a pedradas, acidentes de trânsito fatais e acidentes de trânsito graves. O blog Camocim Polícia 24h preparou para seus leitores um levantamento sobre os números desses acontecimentos ocorridos no mês de Novembro de 2018 na área da 3ªCia/3ºBPM (Camocim, Granja, Martinópole, Barroquinha e Chaval). Os dados foram coletados a partir dos próprios arquivos do blog em parceria com a Polícia Militar.
  • Lesões a bala: Nenhum caso;
  • Lesões a faca: 02 casos em Granja e 01 em Martinópole;
  • Lesões a pauladas: 01 caso em Camocim; 
  • Lesões a pedradas: Nenhum caso;  
  • Acidentes de trânsito fatais: 01 caso em Camocim, 01 em Granja, 01 em Chaval e 01 em Martinópole
  • Acidentes de trânsito graves: 03 casos em Camocim e 01 em Granja;

CONVITE ESPECIAL: ANIVERSÁRIO DE 50 ANOS DO MARCOS COELHO NA QUADRA DO INSTITUTO SÃO JOSÉ


MENINA ESCREVE CARTA PARA DEUS APÓS FAMÍLIA SER EXPULSA DE CASA POR FACÇÃO EM FORTALEZA



O caso teria sido uma retaliação por recusarem a colaborar com membros de uma facção criminosa que atua no conjunto habitacional onde moravam

Expulsa de casa há cerca de um ano, junto com os familiares, por membros de uma facção criminosa, uma menina de dez anos escreveu uma carta inusitada, destinada à Deus. A família, que não será identificada, morava em uma residência própria no conjunto habitacional Planalto Vitória, localizado no bairro Canindezinho, em Fortaleza. "Por que, Deus, minha casa está na mão de bandido?", questiona a criança na carta.
"Por que, Deus, minha casa está na mão de bandido? Eu sofro demais, meu Deus. Eu nunca mais vou ser feliz na minha antiga casa grande? Deus, dê uma oportunidade para voltar para minha casa e meu colégio, por favor. Eu amo minha casa", diz o texto completo.
No papel, a menina também fez um desenho representando o imóvel. A mãe conta a aflição da família. "Ela tinha o quarto dela, as coisas dela, o colégio. Ela vem sofrendo muito por conta disso. A gente vive assombrado dentro de casa, com medo", narra. Atualmente, moram em uma residência menor, de cômodos reduzidos.

Intimidação

A expulsão teria sido uma retaliação por a família recusar colaboração com membros de uma facção criminosa que atua no conjunto habitacional onde moravam. "Chegavam ou então ligavam pedindo para guardar as coisas, colaborar, e eu não quis. Eu não sei quem eram as pessoas, sempre vinha gente desconhecida. Tinha uns que falavam pessoalmente, gente que eu nunca vi, e outros por meio de ligação", relembra a mulher.
A proprietária da casa registrou Boletim de Ocorrência (B.O.) à época mas, na última quarta-feira (12), acionou a polícia ao tomar conhecimento que a casa estava sendo ocupada. Na operação, os policiais prenderam um suspeito, conhecido como Felipe "Guabiru", por porte de droga.
"Agora eu queria só vender (a casa) para construir minha vida em outro lugar, e longe dessas coisas", deseja a mãe.

Fonte: G1Ce

PRESOS RENDEM AGENTE PENITENCIÁRIO E FOGEM DA CADEIA DE VIÇOSA DO CEARÁ. PM CAPTURA DOIS


Um detento foi recapturado. Os presos respondem por vários crimes, como lesão corporal, furto de veículo, assalto, arrombamento e tráfico de drogas

Seis presos fugiram da Cadeia Pública de Viçosa do Ceará, na Região da Ibiapaba do Estado. De acordo com a Polícia Militar, a fuga foi registrada na noite de sábado (15). A polícia afirmou que um agente ouviu um barulho dentro de uma das celas e foi verificar. Quando ele se aproximou de um dos detentos, foi rendido e os presos fugiram.
Dos seis fugitivos, quatro vieram do presídio de Sobral no dia anterior à fuga. Equipes da PM realizaram buscas na região e conseguiram recapturar apenas um preso. Os outros cinco seguem foragidos.
Os fugitivos, de acordo com a polícia, respondem por vários crimes, como lesão corporal, furto de veículo, assalto, arrombamento e tráfico de drogas.

Recapturados

Policiais do destacamento de Viçosa sob o Comando do Tenente Antônio Marcos, prenderam no inicio da noite de domingo (16), o indivíduo Marcos de Araújo de Sousa Felipe, 28 anos, com antecedentes por tráfico de drogas, assalto e arrombamento. O mesmo é um dos 06 detentos que fugiram da cadeia do município na noite do sábado (15). Marcos de Sousa é o segundo foragido recapturado.
As diligências continuam no sentido de localizar os outros quatro foragidos.

DN e Ibiapaba 24 horas

BANCO É ATACADO E CAIXAS ELETRÔNICOS SÃO EXPLODIDOS EM CARIRÉ


Moradores registraram em vídeo vários tiros durante a ação; os criminosos fugiram do local

Uma agência bancária do município de Cariré, a 291 quilômetros de distância de Fortaleza, foi atacada e teve os caixas eletrônicos explodidos na madrugada desta terça-feira (18). As informações foram confirmadas pelo Comando de Policiamento do Interior (CPI), que não passou detalhes de como a ação ocorreu.
Segundo moradores do município, a ação ocorreu por volta das 3h da madrugada e o alvo foi uma agência do Banco do Brasil. Por conta das explosões, além dos caixas, parte da estrutura do prédio também foi atingida.
Moradores registraram em vídeo vários tiros durante a ação. Os criminosos fugiram do local, mas até a publicação ainda não se sabia o quanto a quadrilha levou.
De acordo com funcionários do Hospital Municipal de Cariré, a unidade de saúde não registrou a entrada de pessoas feridas durante a ação.
Conforme o levantamento do Sindicato dos Bancários do Ceará, este é o 46º ataque a banco no Estado em 2018.

Fonte: DN