VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

domingo, 30 de agosto de 2015

SOLDADO ATIRA E MATA CABO DA PM APÓS BRIGA DENTRO DE VIATURA NO RECIFE.

Após discussão, soldado atirou e matou Cabo PM companheiro de serviço
PM atirou na cabeça de um cabo que dirigia veículo da Patrulha do Bairro. Crime ocorreu na manhã deste domingo, em Apipucos, na Zona Norte.

O cabo da Polícia Militar Adriano Batista da Silva, 41 anos, morreu após após baleado na cabeça, na manhã deste domingo (30), por um soldado da mesma corporação durante uma briga na Zona Norte do Recife. O crime ocorreu dentro de uma viatura da Patrulha do Bairro, do 11º Batalhão de Polícia Militar. Após a discussão, o soldado que estava no banco de trás atirou contra o cabo, que dirigia o veículo. A vítima foi socorrida e levada para o Hospital da Restauração, na área central da capital, mas não resistiu. O motivo da briga ainda não foi divulgado pela PM.
A Polícia Militar informou que o crime ocorreu quando a viatura passava pelo bairro de Apipucos e que o agressor "foi imediatamente preso e recolhido para o 11° BPM, onde está sendo autuado em flagrante delito." Uma terceira PM, que também estava na viatura e presenciou o crime, "está em estado de choque e deve ser ouvida durante a instrução criminal", segundo o comunicado.

CAMOCIM-CE: CAMOCINENSE PROCURADO PELA JUSTIÇA DE MINAS GERAIS SE ENTREGA À PM AQUI EM CAMOCIM.

Um camocinense procurado pela justiça do Estado de Minas Gerais se entregou para a Polícia Militar aqui em Camocim durante a manhã de sábado, 29. Conforme informações repassadas pela polícia para o blog Camocim Polícia 24h, o pedreiro Francisco Carlos, 46 anos, é natural de Camocim mais que há muitos anos reside na cidade de Montes Claros, em Minas Gerais. Recentemente houve problemas conjugais entre ele e sua companheira e este tentou matá-la a golpes de faca, sendo que após o atentado ele fugiu para o Estado do Ceará e estava há cerca de uma semana aqui em Camocim hospedado em uma pequena pousada localizada na Praça da Rodoviária.
Já durante a manhã de sábado, 29, por volta das 11h00, o homem tomou iniciativa e resolveu se entregara à polícia. Ele ligou para o 190 e informou que era foragido da justiça de Montes Claro-MG, por ter tentado matar sua companheira e disse inclusive o nome da pousada onde estava hospedado.

CAMOCIM-CE: VASTO MATERIAL ILÍCITO APREENDIDO DURANTE VISTORIA NA CADEIA.


Após denúncias de que alguns objetos ilícitos haviam entrado em uma das celas da cadeia pública de Camocim, o administrador da cadeia solicitou reforço policial e juntos realizaram uma vistoria na dita cela e uma variedade de materiais foi apreendida:
07 facas, 01 cossoco, 01 tesoura, 01 cachimbo para uso de crack, 03 chips para celular, 09 jacarés, 05 celulares com carregadores, 03 trouxas de maconha, 01 mergulhão, 02 pendrive,  02 litros de cachaça, 01 adaptador de memória, 01 cartão de memória e R$ 41,00.
Há a suspeita que a maioria dos objetos tenham entrado durante a visita de sábado, 29, pois como é de conhecimento da população há uma determinação da Secretaria da Justiça proibindo a vistoria íntima nas mulheres. Com de praxe, não foram identificados os proprietários dos materiais. O vasto material será enviado ao juiz responsável pela cadeia.

PARABÉNS JORGE ALVES!

Nesse domingo, dia 30, quem completa mais um ano de vida é nosso amigo repórter fotográfico Jorge Alves, um profissional dedicado e competente que temos uma imensa satisfação em tê-lo como parceiro do blog Camocim Polícia 24h. Que Deus te abençoe e te dê muita saúde nobre companheiro!

CEARÁ TEM O MENOR EFETIVO PROPORCIONAL DE POLICIAIS CIVIS.

No Estado, são 3.408 habitantes para cada policial civil. A instituição, responsável pela investigação criminal, tem efetivo de 2.576 agentes. Para pesquisadora, situação reflete na baixa resolutividade dos crimes no Ceará.
Responsável pela investigação de crimes, a Polícia Civil do Ceará tem hoje o menor efetivo proporcional ao número de habitantes no Brasil. Com 3.408 habitantes para cada policial civil no Estado, a instituição tem efetivo de 2.576 agentes, entre escrivães, inspetores e delegados. No Brasil, a proporção é de 1.709 pessoas para cada policial. Os números foram divulgados ontem na Pesquisa de Informações Básicas Estaduais (Estadic), feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) com base em dados de 2014.
Para a coordenadora do Laboratório de Direitos Humanos, Cidadania e Ética da Universidade Estadual do Ceará (Labvida-Uece), Glauciria Mota Brasil, o dado implica na baixa resolutividade dos crimes. “Se não tem policiais o bastante para atender à demanda, os crimes se acumulam sem solução. Nos anos 1980, nós tínhamos, em média, 3.500 policiais civis no Ceará. Hoje, com uma população que é praticamente o dobro, temos menos”, cita.