VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

sábado, 29 de agosto de 2015

CAMOCIM-CE: POLICIAIS DA FORÇA TÁTICA APREENDEM MOTO COM CHASSI ADULTERADO.

Durante a manhã de sexta-feira, 28, por volta das 09h00, populares ligaram para o 190 de Camocim denunciando que na localidade de 600, zona rural de Camocim, um desconhecido  havia deixado  uma motocicleta Honda Titan 150 de cor vermelha, sem placa, chassi raspado e saído em direção à cidade. Imediatamente uma equipe da Força Tática foi deslocado para averiguar a denuncia e  ao chegarem no local constataram a veracidade dos fatos.
Os militares apreenderam  e conduziram  a referida motocicleta para DPC, onde foi apresentada  a autoridade policial, que pediu os policias  que levassem  a mesma ao Detran afim de colher maiores detalhes sobre o veículo, sendo que seus dados foram descobertos, trata-se de uma Honda 150 Fan ESI, cor preta, placa NRD-6032-Jijoca/Ce, ano 2010, no entanto não havia nenhuma restrição do veículo junto ao Detran.
Como o veículo estava adulterado, ele foi conduzido novamente a DPC, onde minutos depois compareceu espontaneamente o condutor e proprietário da referida motocicleta, trata-se de Raimundo Nonato, o qual relator que tinha comprado a moto de um  indivíduo conhecido por “Joza”, por apenas R$ 1.800,00. Diante dos fatos  foi o flagrante o mesmo com base no artigo  311 do CPB (adulteração de veículo).

APÓS RECEBER LIBERDADE DE JUÍZA, CASAL PRESO COM SEIS KG DE COCAÍNA VOLTA A TER PRISÃO DECRETADA POR OUTRO JUIZ.

As audiências de custódia, instrumento utilizado pelo Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJCE), incentivado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), para aliviar o inchaço do sistema carcerário ao mesmo tempo em que garantem agilidade no primeiro contato do preso em flagrante com a Justiça, foram instaladas no Estado na última segunda-feira (24). Em apenas uma semana, já registrou a primeira polêmica. Um casal, preso em flagrante por tráfico de drogas, foi solto pelo Judiciário sob medidas cautelares e pagamento de fiança. O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) questionou a decisão judicial, uma vez que o crime cometido é considerado hediondo e, portanto, seria inafiançável.
O MPCE interpôs recursos necessários contra a determinação de alvará de soltura, combinado com o Termo de Ciência de Medidas Cautelares, na última quarta-feira (26). Um mandado de prisão preventiva foi expedido pelo juiz da 1ª Vara de Delitos de Tráfico de Drogas da Comarca de Fortaleza e ontem os suspeitos foram novamente capturados, agora por uma equipe da Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD), da Polícia Civil.

SOBRE MORTE DE SARGENTO DA PM: “ELE NÃO PARTICIPAVA DE MILÍCIA, O QUE FAZIA ERA UMA ASSEPSIA SOCIAL”, DIZ CORONEL GONDIM, DO EXTINTO COE.

Coronel Gondim, a esquerda e Sargento Joãozinho Catanã
O comandante do Coe nos anos 70 e 80 disse que trabalhou a vítima e lamentou a morte do sargento João Augusto da Silva.

O tenente-coronel da reserva da Polícia Militar Francisco Horácio Marques Gondim, que foi comandante do extinto Comando de Operações Especiais (Coe), nos anos 70 e 80 comentou acerca da morte do sargento João Augusto da Silva Filho, conhecido como Joãozinho Catanã. O crime ocorreu nesta sexta-feira, 28, em frente a residência da vítima, no bairro Autran Nunes.
Coronel Gondim é um personagem famoso da PMCE e trabalhou com o sargento morto hoje, 28. Ele lamentou a perda do militar, que estava na reserva.
"Lamento e a sociedade também. Ele não fez nada de sujeira, matou bandidos. Muita coisa (processos que o policial respondia) não tinha sido ele. A sociedade deve estar chorando pela morte dele. Ele não participava de milícia, o que ele fazia era uma assepsia social. ", comentou.