VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

quarta-feira, 25 de maio de 2016

POLÊMICA! PRESIDENTE DO SINDASP-CE PEDE PARA IMPEDIR VISITA A PRESÍDIOS

video

Pedido para barrar visitas ocorreu no sábado, durante greve da categoria. Para governador Camilo Santana, impedimento foi estopim de rebeliões.

Em um vídeo um vídeo divulgado em grupos de WhatsApp, o presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Ceará, Valdemiro Barbosa, defendeu que os profissionais da categoria impedissem a entrada de visitantes nos presídios durante a greve, no sábado (21).
"Queria pedir a vocês que mantenham a pegada, vamos à luta, vamos continuar com nossas atividades paralisadas, vamos impedir a entrada das visitantes porque só assim o Governo do Estado atenderá a nossas reivindicações", diz o presidente do sindicato. (veja no vídeo acima)
Na terça-feira (24), o governador do Ceará, Camilo Santana, responsabilizou esse ato do comando de greve pela crise que resultou na destruição de presídio e na morte de pelo menos 18 detentos em conflitos entre os presos. O G1 tentou falar com o presidente do sindicato, mas as ligações não foram atendidas.
A diretoria do Sindicato dos Agentes e Servidores do Sistema Penitenciário do Estado do Ceará (Sindasp-CE) lamentou o posicionamento do governador e considera que o ocorrido nas unidades prisionais do Estado não pode ser atribuído à greve. Para o sindicato, o ocorrido já havia sido previsto pelo conselho penitenciário há semanas, dadas às condições dos presídios do estado.

JIJOCA DE JERICOACOARA-CE: POLÍCIA MILITAR RECAPTURA DOIS FORAGIDOS DA CADEIA PÚBLICA DE CAMOCIM.

Após a fuga, os dois foram se esconder na cidade de Jijoca de Jericoacoara

Policiais militares do município de Jijoca de Jericoacoara conseguiram efetuar a recaptura de dois fugitivos da cadeia pública de Camocim, trata-se de Ruan Carlos Rodrigues Giffone e Davi Alexandre Fonteles. Os dois haviam fugido da cadeia de Camocim aproveitando-se da maior rebelião de detentos já registrada na cidade, ocasião em que vários detentos conseguiram fugir, sendo que a Polícia Militar conseguiu recapturar a maioria, contudo, ainda existe cerca de 15 ainda foragidos.
Os dois são da região de Jijoca e após a fuga eles conseguiram chegar até o município, o que eles não contavam era que todo o policiamento da região está em estado de alerta. Davi e Ruan já foram trazidos de volta à cadeia pública de Camocim.

Camocim Polícia 24h

EM CAMOCIM, DEFENSOR PÚBLICO SOLICITA E JUSTIÇA DETERMINA QUE DETENTOS DO REGIME SEMIABERTO E ABERTO CUMPRIRÃO PENA EM CASA.


A decisão judicial levou em conta os incidentes ocorridos na Cadeia Pública e a superlotação da unidade

Todos os detentos dos regimes semiaberto e aberto, que estavam sendo custodiados na Cadeia Pública de Camocim deverão cumprir a pena em prisão domiciliar. A decisão judicial foi conseguida pelo defensor público da Cidade,  Edmar Lopes Albuquerque, que alegou os incidentes ocorridos na unidade e a superlotação da estrutura que abriga os internos. A determinação da 1ª Vara de Camocim foi proferida, na última terça-feira (24).
Conforme a Defensoria Pública do estado, a cadeia tem capacidade para 60 pessoas e abriga mais de 200. “É visível a superlotação de presos na Cadeia Pública de Camocim. Faltam alimentos, água, os presos não têm mais acesso aos banhos de sol, nem a visitação de familiares, as celas estão em péssimas condições de higienização, além de vários casos de processos com excesso de prazo. Além disso, são recorrentes as tentativas de fugas, colocando em risco a vida de todos que moram no entorno da cadeia”, destacou Edmar Albuquerque.
A decisão judicial diz que “a concessão da prisão domiciliar aos apenados em regime semiaberto e aberto deverá dar-se até a correção dos problemas de superlotação, segurança, alimentação, acomodação, higienização, bem como as reformas preparatórias da cadeia pública ou até a construção de um presídio regional.

Fonte: DN

POLICIAIS MILITARES CAMOCINENSES AGRACIADOS COM A MEDALHA JOSÉ MARTINIANO DE ALENCAR

Subtenente Neto
No Quartel do Comando Geral da Polícia Militar do Ceará, na tarde desta terça-feira (24), foi realizada solenidade cívico-militar alusiva aos 181º aniversário de fundação da Polícia Militar de nosso Estado, que ocorreu em um 24 de maio.
No ensejo festivo foram entregues as medalhas Grande Mérito da Polícia Militar, Mérito Policial Militar e José Martiniano de Alencar a civis e militares que tiveram suas ações reconhecidas em causa da segurança pública.
Para a alegria de todos que fazem a Polícia Militar em Camocim, dois policiais militares de nossa cidade tiveram a honra de receber das mãos do Comandante Geral da PMCE a Medalha José Martiniano de Alencar, são eles:
  • Subtenente Luís Gonzaga Neto, lotado no Ronda do Quarteirão de Camocim;
  • 1º Sgt Roosevelt Portela de Lima, lotado na 3ª Cia/3º BPM.
A comenda é conferida pelo Comandante Geral em reconhecimento aos relevantes serviços prestados à Corporação, conforme o Decreto Governamental 23.370 de 24 de Agosto de 1994.
Nesta oportunidade, nós que fazemos o blog Camocim Polícia 24h queremos aqui render nossos melhores votos de felicitações e reconhecimento pelos importantes serviços prestados por esses dois grandes profissionais. Parabéns nobres amigos!

Camocim Polícia 24h

POLÍCIA MILITAR DO CEARÁ COMPLETA 181 ANOS

Em 24 maio de 1835 o Presidente da Província do Ceará, padre, senador vitalício e orador sacro, José Martiniano de Alencar, preocupado com a segurança e o bem estar dos habitantes da província, assinou a Resolução Provincial nº 13[2] , criando a Força Pública do Ceará, embrião da Polícia Militar do Ceará. Com a Constituição de 1946, a partir de 04 de janeiro de 1947, recebeu à denominação que tem até os dias atuais.
A Polícia Militar do Ceará teve participação na Guerra do Paraguai, Sedição de Juazeiro, Combate ao Cangaço, Revoluções de 1930, 1932 e Caldeirão e de 1964.

Denominações que recebeu ao longo do tempo:

Força Policial – 24 de maio de 1835;
Corpo de Segurança Pública – 31 de dezembro de 1889;
Batalhão de Segurança – 1 de março de 1892;
Batalhão Militar – 12 de março de 1913;
Regimento Militar do Estado – 28 de dezembro de 1914;
Força Pública Militar – 5 de dezembro de 1921;
Regimento Policial – 28 de outubro de 1924;
Força Pública do Estado – 4 de novembro de 1929;
Corpo de Segurança Pública – 15 de abril de 1932;
Força Pública do Ceará – 28 de dezembro de 1934;
Polícia Militar do Ceará – 24 de dezembro de 1937;
Força Policial do Ceará – 16 de dezembro de 1939;

Polícia Militar do Estado do Ceará – 4 de janeiro de 1947.

Fonte: ACSMCE

SOBRAL-CE: FRENTISTA É BALEADO EM ASSALTO A POSTO DE COMBUSTÍVEL. POLÍCIA MILITAR PRENDE MENOR ACUSADO. VEJA VÍDEO


Homem entregou dinheiro sem reagir, mas foi atingido na cabeça. Polícia Militar conseguiu apreender um adolescente após o crime.

Um frentista de um posto de combustíveis de Sobral, a 215 km de Fortaleza, foi atingindo com um tiro na cabeça durante um assalto. De acordo com a Polícia Militar, o crime aconteceu na noite desta terça-feira (24). Nas imagens das câmeras de segurança, ele entrega o dinheiro sem reagir. (veja o vídeo acima)
Quando os assaltantes estão saindo, um deles dispara contra o frentista. José Robert Fonteles Nascimento foi levado à Santa Casa de Sobral, com uma bala alojada na cabeça e outra no braço.
O hospital informou que o estado do frentista é grave. Ele está sedado e respirando com ajuda de aparelhos. O outro frentista não ficou ferido.

GOVERNADOR CRITICA GREVE DOS AGENTES PENITENCIÁRIOS E PROMETE RIGOR NA APURAÇÃO.

Durante a solenidade de 181 anos da Polícia Militar, na noite de ontem, no Palácio da Abolição, o governador do Estado, Camilo Santana, condenou o comando de greve dos agentes penitenciários. Para Camilo, a ordem de proibir as visitas aos presidiários no fim de semana, que resultou em rebeliões simultâneas e mortes, teria partido das lideranças da categoria.
"Tem o áudio (da ordem de proibir a entrada das visitas nos presídios). Acho que foi um equívoco, uma irresponsabilidade a orientação do comando de greve. E está filmado, gravado. Vamos tomar as providências necessárias. A visita é algo sagrado para o preso. Quando ficaram sabendo que estavam proibindo de entrar, causou um pânico, e começou a rebelião. Ela foi muito mais causada, do que partida dos presos", disse.
Camilo ressaltou, também, a ilegalidade do movimento grevista. "A greve foi decretada ilegal pela Justiça. É um serviço essencial ao Estado. Vamos tomar todas as medidas necessárias. Será apurado criminalmente e administrativamente". O governador enfatizou que aguarda a chegada de 100 dos 300 homens da Guarda Nacional solicitados por ele, para retomar as rédeas do Sistema Penitenciário do Estado.

Acerca das transferências de presos para o Centro de Execução Penal e Integração Social, unidade ainda inacabada, Camilo afirmou que a unidade ficará pronta até hoje. "Estamos com 24 horas para concluir. Já entramos na CPPL III, estamos reformando. Tiramos metade do contingente de lá, e vamos fazer as reformas a partir do momento em que a gente consiga acalmar, tranquilizar todo o Sistema Penitenciário do Ceará", pontuou.

Fonte: DN