VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

domingo, 15 de maio de 2016

UM GENERAL BRASILEIRO NO COMANDO DA MAIOR GUERRA DO MUNDO.

Poucos brasileiros sabem, mas a maior e mais importante missão militar das Nações Unidas do mundo hoje é comandada por um Militar brasileiro. Trata-se do General Carlos Alberto dos Santos Cruz, o "Force Commander" da Monusco, a primeira Operação Militar de agressão da ONU desde a sua criação, em 1945. Santos Cruz tem como responsabilidade desarmar os mais de 30 grupos rebeldes que atuam no Leste da República Democrática do Congo. Dono do menor IDH entre os 186 países listados pela ONU e da menor expectativa de vida do planeta, o antigo Zaire (ou o antigo Congo Belga, a depender do gosto) mantém ativo o maior conflito armado do mundo desde a 2ª Guerra, com quase 6 milhões de mortos nas últimas duas décadas.

Fonte: Isto É

ADOLESCENTE DE 12 ANOS MORRE ATACADO POR PITBULL NO CENTRO DE FORTALEZA

O jovem residia num abrigo da prefeitura e foi atacado após pular o muro da instituição e acessar um terreno onde há um canil. O animal só soltou o garoto depois de policiais chegaram e efetuarem três disparos contra ele

Um adolescente de 12 anos que residia em um abrigo da Prefeitura, no Centro, foi atacado e morto por um cão da raça pitbull, na tarde deste sábado (14). O jovem jogava bola dentro das instalações da instituição quando o brinquedo caiu em um terreno vizinho, onde há um canil. Ao pular o muro do local, o animal atacou o garoto com mordidas.
O menino, que teve sua identidade preservada, estava há apenas 5 dias no Acolhimento Institucional I, no Centro. O canil fica nos fundos da instituição, com entrada na Rua Senador Alencar. Conforme os socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e policiais militares que realizaram o atendimento, existiam várias casas de cachorro, mas quando a bola caiu só haviam dois animais.
A criança sofreu mordidas profundas no rosto, pescoço, coxas e pernas, próximo a veia femoral. O animal só soltou o garoto depois de policiais chegaram e efetuarem três disparos contra ele. O ataque durou cerca de 20 minutos. A viatura policial da 1ª Companhia do 5º Batalhão chegou a levar a vítima ao hospital, onde foi entubado e passou por procedimentos de reanimação, mas não resistiu aos ferimentos.