sábado, 24 de novembro de 2012

IMAGENS FORTÍSSIMAS: MÃE É ACUSADA DE MATAR E ESQUARTEJAR FILHO RECÉM NASCIDO NO INTERIOR DO PIAUÍ.

Um fato bastante intrigante aconteceu na manhã de hoje (23), na cidade de Esperantina, quando populares encontraram um recém-nascido morto com apenas a parte superior do seu corpo, abandonado dentro do  terreno pertencente a Capela São Tarcísio,  localizada precisamente no Bairro Morro da Onça.


De acordo com o Delegado da Policia Civil, Lucas Craveiro, que investiga o caso, o recém-nascido, do sexo masculino, é filho da jovem Ana Paula Marques de 18 anos de idade que deu a luz a criança na última quarta-feira (21) e que possívelmente tenha praticado a sua morte na manhã dessa sexta-feira.




Lucas Craveiro explicou para a nossa equipe de reportagem do jornalesp.com, que o recém-nascido foi encontrado no interior do terreno da Capela de São Benedito com apenas a parte superior do corpo, enquanto, a parte superior da criança, não foi encontrada pelos investigadores da Policia Civil.

Até o momento nós ainda não sabemos onde está a outra parte do corpo da criança”, disse o Delegado.




O Delegado relatou ainda, que a jovem Ana Paula, vai ser encaminhada para Teresina, para realização de um exame, com o objetivo de saber se a mesma matou a criança em decorrência de depressão pós-parto ou se foi por pura maldade.

Se os  exames comprovarem  que a Ana Paula matou a criança em função da depressão pós-parto, a mesma responderá pelo crime de infanticídio, agora  se os exames comprovarem que ela matou a criança por pura maldade, aí sim, ela responderá pelo crime de homicídio doloso”, declarou Lucas Craveiro.


Mãe é a acusada



Fonte: Jornalesp.com

10 comentários:

Renata disse...

Uma vagabunda dessa merece aprodecer nas grades.
Não merece nenhuma piedade.
Monstro merece ficar é longe da sociedade.

Anônimo disse...

isso daqui nao e mae, é apenas uma vagabuda que nao teve responsabilidades com os seus atos. Se nao queria por que então nao deu a criança, essa mulher merecer e morrer...

Anônimo disse...

essa mulher nao deve ser chamada de mae e se de um animal, se nao queria a criança entao por que nao deu....

Anônimo disse...


MÃE
Mãe, como definir,
palavras não hão de existir,
por mais que se procure,
por mais que se tente.


Mãe, não é uma pessoa simplesmente,
não é uma mulher somente,
é uma fibra do ser feminino,
que acorda num momento divino.


Momento do milagre da vida,
que acontece em hora bendita,
quando uma mulher é abençoada,
pelo amor materno é iluminada.


Amor que a transforma,
nunca mais será a mesma,
antes de ser mulher simplesmente,
será mãe eternamente.


Mãe, como definir?
Só sendo para sentir,
não tem definição,
apenas compreensão.

Luconi

Quero deixar bem claro aqui minha indignação por essa criatura que foi erroneamente chamada de mãe. Mãe é sinônimo de amor, doação...Esta pessoa nem como ser humano poderia ser definida.

Anônimo disse...

Oh tipo de mãe.mãe não um monstro matar uma criança inocente ela ja sabe pra onde ela vai quando ela morrer.que Deus prepare um lugar pra esse anjinho!

Anônimo disse...

essa vagabunda mãe não e um monstro mereçe apodreçer nas grades,gosta de fazer e não de criar!

Anônimo disse...

essa vagabunda mãe não e um monstro mereçe apodreçer nas grades,gosta de fazer e não de criar!

Anônimo disse...

manda essa mulher ai pra mim pra mim fazer o mesmo com ela sem pena e sem dó i colocar ela na cama eletrica pq essa ai não merece ta viva não i eu faço o despaxo dela

Anônimo disse...

esta desgraçada nunca mais vai ter paz na vida dela,merece a pena de morte,lixo humano

The Gerett disse...

Olha se foi ela mesmo... deveria morrer da pior forma na cadeia...