segunda-feira, 2 de março de 2020

JUSTIÇA MANDA SOLTAR 46 POLICIAIS PRESOS POR DESERÇÃO E MOTIM NO CEARÁ


Do total de 46 PMs, três deles haviam sido presos no 18 de fevereiro, 1º dia do movimento, por participar de motim esvaziando pneus de viaturas. 

A Justiça do Ceará, por meio da Vara de Auditoria Militar, decidiu soltar os 46 policiais militares que foram presos por deserção ou por motim durante a paralisação dos PMs no Estado. 
Do total de 46 PMs, três foram presos ainda no 1º dia por participar de motim, esvaziando pneus de viaturas e os demais por deserção especial. Conforme nota da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS), dos 43 casos de deserção, em 38, os policiais se apresentaram espontaneamente. Outros cinco se apresentaram e justificaram suas ausências no trabalho, sendo liberados em seguida.  
A deserção especial é um infração contida no Código Penal Militar, no artigo 190, que prevê pena de detenção de até três meses. Conforme a Polícia Militar, os policiais militares presos foram isolados e ficaram sem contato com presos comuns do sistema penitenciário do Estado. A medida segue as regras do artigo 295 do Código de Processo Penal. 

Fonte: DN

6 comentários:

Cabeça disse...

Justiça sendo feita. Nossos heróis agora estão livres. Heróis da sociedade cearense

Cabeça disse...

Justiça sendo feita. Nossos heróis agora estão livres. Heróis da sociedade cearense

Cabeça disse...

Justiça sendo feita. Nossos heróis agora estão livres. Heróis da sociedade cearense

Anônimo disse...

É isso aí... Viva a Polícia 😎😎😎

Unknown disse...

parabéns guerreiros👏👏👏

Unknown disse...

parabéns guerreiros👏👏