VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

sábado, 2 de julho de 2016

AGENTE PENITENCIÁRIO DA CPPL 1 É MORTO A TIROS NO JARDIM AMÉRICA AO REAGIR EM ASSALTO

Menos de 48 horas após o assassinato de três policiais militares – além de um ferido e dois tomados como reféns – mais um servidor público do sistema de Segurança Pública e Penal do Ceará é morto. O caso ocorreu na madrugada deste sábado (2), quando um agente penitenciário foi morto em um provável assalto. O crime aconteceu na Capital.
Era por volta de 1h30, quando o agente penitenciário identificado como  André Nogueira Pires, 26 anos, foi atingido com um tiro no peito quando estava na direção de seu veículo, um modelo Classic prata. O crime ocorreu no bairro Jardim América, na zona Central da cidade.
As primeiras informações levantadas pela Polícia Militar dão conta de que ao parar seu carro no semáforo no cruzamento das ruas Jorge Dummar e Major Weyne, o agente teria sido atacado por um assaltante que estava em uma bicicleta. A cena foi narrada à Polícia por uma testemunha ocular, cuja identidade foi preservada por razões de segurança.
No momento em que foi surpreendido, o o agente, que tinha acabado de sair de uma lanchonete, reagiu. Sacou seu revólver de calibre 38 e trocou tiros com o bandido. Mesmo assim, acabou atingido por um tiro no peito.
Ferido, André Nogueira Pires teria ainda conseguido dirigir por cerca de um quarteirão, quando, então, parou o carro e ali mesmo morreu. A mão direita estava sobre a alavanca do freio de mão.  A arma do agente e seu telefone celular não foram encontrados, o que reforça a hipótese de assalto.


Favela

Vários agentes penitenciários se dirigiram ao local do crime tão logo a notícia do crime se espalhou. Uma equipe da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) iniciou investigações no local. Há suspeitas de que o bandido pode ser morador de uma favela próxima dali, conhecida como Nova Brasília.
O agente era lotado na Casa de Privação Provisória da Liberdade Agente Luciano Andrade Lima, a CPPL 1, localizada em Itaitinga. Coincidentemente, o nome da unidade prisional onde  André Nogueira Pires prestava serviços é uma referência a outro agente também vítima de assassinato em Fortaleza. 

Fonte: Fernando Ribeiro 

7 comentários:

Anônimo disse...

Lamentável, foi meu parceiro de turma , fizemos o curso de formação juntos. Chega um lixo e ceifa a vida de um pai de família, um profissional, um cara q vivia de forma dígna.

Anônimo disse...

TODA HORA ESTÁ PERECENDO AGENTES DE SEGURANÇA PÚBLICA, ESSA QUIXADÁ FOI O CÚMULO. LEIS DO CARALHO Q SÓ BENEFICIA BANDIDO , CÓDIGO PENAL ULTRAPASSADO , GOVERNO FROUXO, SECRETÁRIOS BUNDÕE , AMANHÃ PODE SER EU OU VC COMPANHEIRO !!!!

Anônimo disse...

Agora tem q ser assim : olho por olho e dente po dente , sem medo de CGD , Estado , ou o caralho a quatro.

Anônimo disse...

Vamos eleger Bolsonário , pode ser q ele aprove PENA DE MORTE , PRISÃO PERPÉTUA, CASTRAÇÃO. .....e botar moral nesse cabaré chamado Brasil !!!!!

Agp Thiago disse...

O bandido já foi pego!!
E junto estava a arma do Agp.

Anônimo disse...

Apoiado Bosonario.

Anônimo disse...

Concordo, tá na hora de todos que não tem direito a : direitos dos manos; proteção e benefícios das leis, darem o troço é tirar estes safados que só querem se beneficiar e beneficiar os deles! Bolsonaro para tentar colocar as coisas nos eixos.