domingo, 12 de abril de 2015

TRÁFICO DE ENTORPECENTES: POLÍCIA MILITAR PRENDE QUADRILHA APÓS QUEDA DE AVIÃO


Seis homens de diferentes estados são presos em flagrante enquanto aguardam carregamento de drogas.

A queda de um avião monomotor na divisa do Ceará com Piauí culminou na prisão, pela Polícia Militar, de uma quadrilha suspeita de tráfico interestadual de entorpecentes. O grupo estaria à espera da chegada da aeronave, que acabou caindo durante o transporte de um carregamento de drogas.
O avião modelo Cessna-210 foi encontrado queimado na manhã de sábado, 11, na localidade de Lajeiro Branco, município de Assunção do Piauí, distante cerca de 24km da divisa com o Ceará. Duas pessoas morreram. Os moradores da localidade perceberam um forte barulho logo após a passagem de um avião em baixa altitude. Ligaram para a Polícia local, que contatou a polícia cearense em Novo Oriente. 
Após descobrirem sobre o acidente, policiais da Força Tática de Apoio (FTA) dos municípios cearenses de Crateús e Novo Oriente, sob comando do tenente coronel Lindon Johnson, saíram em diligências pela Região.



Pista clandestina

No início da noite de sábado, identificaram um aeroporto clandestino com pista de aproximadamente 1,5 mil metros, localizado em um sítio na Chapada do Araripe, no Cariri cearense.

No local, seis homens estariam aguardando a droga vinda pelo transporte aéreo. De acordo com Lindon Johnson, a aeronave transportava cerca de 30 kg de cocaína pura, avaliada em torno de R$ 600 mil. O grupo ainda tentou fugir, mas acabou detido momentos após a chegada dos policiais. Além da prisão das seis pessoas, a FTA apreendeu duas caminhonetes modelos Volkswagem Amarock e Toyota Hillux, celulares, rádios comunicadores e dois drones - veículos aéreos não tripulados, que seriam usados para monitorar a possível presença de inimigos e da Polícia. Ainda foi apreendido um caminhão pipa, que seria usado para abastecer a aeronave que chegava.



Organização

“Eles eram muito organizados e tinham todo aparato para realizar esse tipo de operação de transporte de drogas vindas de outros lugares. Acreditamos que esses homens estavam nessa casa à espera do avião. Iriam pegar o carregamento, abastecer o avião e distribuir a droga no Ceará. Mas não sabiam que o avião tinha caído e, felizmente, conseguimos chegar lá e tirar de circulação essa quadrilha”, afirmou o tenente-coronel Lindon Johnson, comandante da operação. Os presos são de diferentes estados, o que, para a Polícia, trata-se de uma quadrilha especializada em tráfico de entorpecentespara diversos lugares do Brasil.

Presos

Robinson Devid Siqueira e Cléber dos Santos são de Santa Catarina e foram presos com mais de R$ 11 mil em espécie, além de cartões de crédito, relógios e celulares. Outros dois deles são cearenses: Ricardo Franci Siqueira Proêncio e Ronaldo Aparecido Moreira Torres, que foram detidos com R$ 2 mil.

Vagner Pereira da Silva é o único do Piauí. O sexto homem, identificado apenas como Olair, é do Estado do Paraná. Com Vagner e Olair os policiais apreenderam R$ 3 mil. Após a prisão, a quadrilha foi conduzida à Delegacia Regional de Crateús, onde foram ouvidos pela participação na operação. Serão indiciados, pela Polícia Civil, por tráfico interestadual de entorpecentes e formação de quadrilha.



A Polícia ainda não sabe a procedência da aeronave, mas continuará as investigações para tentar reconhecer outros envolvidos, inclusive, o piloto e mais um tripulante, ainda não identificados, que morreram carbonizados com a explosão ocorrida logo após a queda da aeronave. (Colaborou Valdir Almeida).

Fonte: DN
Fotos enviadas por um leitor via Whatsapp

Nenhum comentário: