terça-feira, 8 de abril de 2014

FAMÍLIA INTEIRA É PRESA ACUSADA DE TRÁFICO DE DROGAS EM ARACATI.

Quatro pessoas de uma mesma família foram presas e autuadas em flagrante na tarde deste último sábado (5), no município de Aracati, após um menor de idade ter furtado a arma do delegado de Polícia Civil do Rio Grande do Norte, Luís Fernando Sávio de Eliezer Pinto, que estava de passagem pela cidade.
O delegado Regional de Aracati Tony Pinheiro identificou o menor G.M. de M. como autor do furto. Ele teria confessado a autoria do crime. Após a recuperação da arma a Polícia iniciou uma operação e descobriu um ponto de venda de drogas no bairro Pedregal. Além da arma furtada, também foram apreendidas uma outra pistola, calibre 7.65, uma grande quantidade de drogas, como maconha, crack e cocaína e munição de vários calibres.

Acusados
Raimundo Edilberto da Silva (pai), vulgo "Véi", considerado perigoso pela Polícia, Douglas Marques da Silva (filho), Milena Marques da Silva (filha) e Adriana da Costa Moreira (nora) foram presos pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, associação criminosa, posse ilegal de arma de fogo de uso restrito e receptação. Um quinto elemento conseguiu fugir do cerco policial, mas está sendo procurado. O menor foi autuado em um BOC e liberado sob a responsabilidade de seu pai.


De acordo com o delegado Tony Pinheiro, parte da droga e do armamento estava na casa de Milena Marques da Silva. O delegado disse ainda que Douglas Marques da Silva afirmou ser o dono do material.


Fonte: TV Aracati
Fotos 1, 3 e 4: Tropa de Elite

3 comentários:

Anônimo disse...

Em menos de três meses estarão todos soltos. Lamento o fato da POLÍCIA ter tanto trabalho e em poucos dias esses indivíduos estarem soltos.

Anônimo disse...

Se quando uma droga fosse encontrada na casa de traficante que todos ficassem presos, pois todos sabem que um vai preso e os demais familiares continuam com a pratica ilícita da comercialização de droga, não é a toa que muitos traficantes aqui em camocim foram presos e todos sabem que a familia continua a comercialização, pois sabe que logo o dono da casa ou da droga estará solto, penso eu assim como muitos pensam, toda a família deveria ir presa para que alguém , ou algum pense duas vezes em comercializar droga.

Anônimo disse...

So em Granja que aqueles que moram perto da igrejinha de São Pedro e que não acontece nada, os moradores pedem socorro em silencio já que não pode fazer nada!