sábado, 5 de outubro de 2013

APÓS CONFRONTO, POLÍCIA MILITAR DESOCUPA O PARQUE DO COCÓ

Após a ordem do juiz federal Kepler Ribeiro, na tarde desta sexta-feira (4), policiais do Batalhão do Choque retomaram a área do Parque do Cocó, em Fortaleza. Os ocupantes, que estavam acampados desde o dia 12 de julho, resistiram. A polícia usou bombas de efeito moral e de gás lacrimogêneo, os manifestantes revidaram com pedras. Com o confronto, os manifestantes que estavam no acampamento se dispersaram e tiveram que sair pelas laterais do parque. Uma pessoa foi presa e lavado ao 30º Distrito Policial.

O Batalhão do Choque continua na entrada do parque para que a área não seja ocupada novamente pelos manifestantes. Ao entrarem no acompamento, os policiais jogaram mais bombas de gás lacrimogêneo. A Prefeitura de Fortaleza entrou em seguida para fazer a limpeza do local onde o grupo estava acampado.
O Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5), em Recife, na quinta-feira (3), determinou a imediata desocupação da área do Cocó. Os manifestantes tentam impedir a construção de viadutos, pela Prefeitura de Fortaleza, no encontro das avenidas Antônio Sales e Engenheiro Santana Júnior.
A equipe composta pelos soldados Alves e Freire, da RD 1014, apreendeu um revólver calibre 38 com o trio. Os suspeitos , de 13 e 15 anos, foram encaminhados à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), e Joel Souza de Aquino, 21, levado ao 3º DP (Antônio Bezerra), onde foi autuado em flagrante por assalto e porte ilegal de arma. Segundo o soldado José Alves, cinco vítimas estavam dentro da residência durante o assalto, entre elas uma idosa.


Anteontem, a casa de um médico foi assaltada, no bairro Parquelândia, por um grupo de bandidos. O dono da casa e seus familiares foram mantidos em cárcere privado durante toda a ação criminosa. O soldado PM Alves informou que o Gol preto foi o mesmo utilizado dos dois casos de assalto.

Fonte: G1CE

Nenhum comentário: