sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

SERVIÇO DE INTELIGÊNCIA DA SSPDS CAPTURA TRÊS TRAFICANTES.

Em duas operações realizadas nas últimas 24 horas em Fortaleza, agentes da Coordenadoria Integrada de Inteligência (Coin), da Secretaria da Segurança Pública, capturaram três pessoas acusadas do tráfico de drogas no Ceará e em São Paulo.

A primeira operação ocorreu ainda na noite de quarta-feira, quando os policiais localizaram, em Fortaleza, um traficante que estava foragido de São Paulo logo após a Polícia Civil daquele Estado prender a irmã dele e descobrir um carregamento de, nada menos, que 220 quilos de maconha que seria trazida para a Capital cearense.

Investigação

Segundo as autoridades, o homem preso em Fortaleza foi identificado como o cearense Rogério Dares da Silva. Contra ele, havia um mandado de prisão em aberto emitido pela 18ª Vara Criminal de São Paulo (Capital).

Em, abril do ano passado, a irmã dele, Maria Targino Alves Neto, foi presa em casa, na Favela Galileu Gaia, na Vila Maria Baixa, na zona Norte de São Paulo, com um carregamento de 220 quilos de maconha paraguaia. Ao ser interrogada no Departamento de Narcóticos, ela revelou que a droga era do irmão e que seria ´despachada´ para o Ceará, terra natal dos dois.

Desde então, Dares desapareceu de São Paulo. Teria fugido para Fortaleza, onde acabou sendo localizado, na noite de anteontem, pela Coin. Até a próxima semana, ele deverá ser transferido para aquele Estado.

Outras prisões

A segunda operação da Coin aconteceu na tarde de ontem, em uma residência na Rua Porto Príncipe, no bairro Presidente Vargas, na zona Sul de Fortaleza. Os agentes haviam recebido a denúncia de que um traficante conhecido por ´Magrão´ estaria embalando drogas em uma casa. Depois de uma longa ´campana´, os policiais tiveram a certeza de que o tráfico estava acontecendo ali. Dentro da residência estava ´Magrão´, identificado como Evonilson Oliveira Carvalho, 29. Com ele, estava um de seus comparsas, Antônio Hélder Porfírio Lopes, 23.

A Polícia encontrou com acusados cerca de um quilo de cocaína dividido em dois tabletes, uma balança de precisão, farto material para embalagem da droga, além de um revólver calibre 38, a quantia de R$1.112,00 em espécie e munição. A dupla foi levada para a Denarc.

Fonte: DN

Nenhum comentário: