quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

DUPLO HOMICÍDIO EM PAJUÇARA

Além da morte de dois homens, três mulheres também foram baleadas durante o ataque dos criminosos na rua.

Um adulto e um adolescente, que trafegavam em uma motocicleta, na tarde de ontem, deixaram a população do distrito de Pajuçara, em Maracanaú, assustada. Eles executaram duas pessoas e deixaram outras três feridas depois de disparar 16 tiros de pistolas calibre 380 contra as vítimas. A Polícia investiga a motivação do crime.
Denilson Araújo do Carmo, 23, o ´Azedo´, acusado de um homicídio e de envolvimento com o tráfico da região foi um dos mortos.
De acordo com a Polícia, o plano da dupla de assassinos era matar apenas o rapaz, possivelmente por vingança, ou, por questões ligadas à venda de entorpecentes.

´Azedo´ estava na frente de sua casa, quando percebeu a motocicleta e um dos homens sacando a arma. Ele ainda tentou entrar na residência, mas não conseguiu abrir o portão a tempo e foi atingido por, pelo menos, três disparos, morrendo no local. Também estavam na calçada a mãe, a avó e a namorada dele, que acabaram feridas. Wilma Araújo do Carmo, 50, a mãe, foi ferida no braço e no pé; Maria Alice Araújo, 70, a avó, foi atingida nas nádegas; Aléxia Airton, a namorada, baleada no abdome. As três foram levadas para o Hospital de Maracanaú, mas conforme a Polícia, não correm risco de morte.

No entanto, o vizinho de ´Azedo´, identificado como Carlos Heitor Chagas da Silva, 55, estava chegando em casa quando foi baleado. Segundo informações do delegado responsável pelo 29ºDP (Pajuçara), Vicente Ferreira, é possível que Heitor tenha sido eliminado por ter testemunhado o crime. A moto usada pelos matadores é uma Honda Bros de cor preta.

Conforme a Polícia, testemunhas relataram que a placa não pôde ser anotada pois havia um imã cobrindo a inscrição do veículo. Este é mais um indício que leva a Polícia a acreditar que o crime foi planejado. "Existem várias características de crime premeditado. Além de esconder a placa, encontrar o alvo totalmente vulnerável e sem chances de defesa, os atiradores escolheram o horário de almoço dos policiais", disse Ferreira.

O delegado afirmou ainda que, as investigações continuam objetivando a descoberta de quem ´encomendou´ o crime e identificação dos autores materiais do duplo homicídio.

Suspeitos
O major PM Menezes, comandante do 14ºBPM (Maracanaú), afirmou que a Polícia já tem suspeitos do crime. Um adulto, identificado apenas como Rafael, estaria pilotando a moto.

O responsável pelos tiros seria um adolescente de 16 anos, que, segundo o oficial, possui envolvimento com homicídios, latrocínios, tráfico e assaltos na região de Maracanaú.

Fonte: DN
CAMOCIM POLÍCIA 24HS

Nenhum comentário: