sexta-feira, 15 de abril de 2011

GRUPO QUE MATAVA NO BOM JARDIM É PRESO PELA POLÍCIA

Um guarda municipal é acusado de fornecer as armas de fogo para a quadrilha praticar as execuções sumárias

Um grupo formado em sua maioria por jovens, e que foi responsável pela prática de vários assassinatos no Grande Bom Jardim, foi desarticulado pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). A última prisão foi a de Francisco Ivonildo da Silva Vieira, 29, apontado como coautor do assassinato de Kildare dos Santos Nascimento, 23, ocorrido no dia 1º de janeiro.
Kildare foi executado com 22 tiros na calçada da casa de sua avó, na Rua João XXIII, bairro Bom Jardim.

Francisco Ivonildo estava com prisão preventiva decretada pela juíza Danielle Pontes de Arruda, da 1ª Vara do Júri da comarca de Fortaleza.
Além dele, são acusados do crime, João Vaz de Sousa Neto e Alisson de Queiroz Garcia, que também estão presos. De acordo com o apurado pela Polícia, o crime foi motivado por uma briga entre a vítima e um irmão de Ivonildo por causa de um jogo de paintball. "Também conforme as investigações, João Vaz e Alisson receberam cinco mil reais de Ivonildo para executarem Kildare", disse a delegada Patrícia Bezerra, da DHPP.

A Polícia prendeu ainda Manuel Luís da Silva, 61, subinspetor aposentado da Guarda Municipal há 29 anos. Ele é o pai de João Vaz. Na casa dele, foram apreendidos uma pistola de calibre 380 e um revólver calibre 38 com brasão da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), além de colete a prova de balas. A Polícia acredita que ele era o responsável pelo fornecimento e guarda das armas.

"As armas ficavam dentro de um cofre, na casa dele", destacou o delegado Leonardo Barreto, da DHPP. Ao todo, já são seis presos. A equipe da Divisão de Homicídios investiga também um vigilante de uma empresa de segurança privada.

Fonte: DN/Camocim Polícia24hs

Nenhum comentário: