quarta-feira, 21 de março de 2018

AINDA NA UTI, SARGENTO CARNEIRO APRESENTA MELHORAS SATISFATÓRIAS

Após quase cinco dias lutando bravamente pela vida, enfim uma boa notícia, o Sargento Carneiro está reagindo bem e apresenta melhoras satisfatórias.
De acordo com as informações enviadas ao Camocim Polícia 24h, durante a manhã desta quarta-feira, 21, o militar abriu os olhos, apertou a mão de sua esposa e tentou sentar na cama. Segundo informou o médico que o acompanha, não há mais sangramento na cabeça do policial. Apesar de todo o avanço, o Sargento Carneiro continua em observação médica em uma das UTIs da Santa Casa de Sobral. Coincidentemente pós o acidente gravíssimo com o Sargento Carneiro, teve início uma operação tapa buraco que está tapando as “crateras” existentes na CE-085, entre Granja e Camocim.

Relembre o caso

O Sargento Carneiro se acidentou gravemente na noite de sexta-feira, 16, por volta das 18h50, quando trafegava em sua moto de Granja para Camocim onde iria assumir uma patrulha da Força Tática às 19h00. Na ocasião o militar sofreu uma forte queda ao cair em uma cratera no asfalto próximo à localidade de Privat/Granja... Relembre o caso AQUI.

Camocim Polícia 24h

ILHA PRAIA HOTEL COM PACOTES ESPECIAIS PARA A SEMANA SANTA EM CAMOCIM

PACOTES ESPECIAIS COM JANTAR E CAFÉ DA MANHÃ!


Ligue e faça sua reserva: (88) 3621 0499 - 9 9948 4923

Via Revista Camocim

CAMOCIM-CE: POLÍICIA MILITAR PRENDE EX-DETENTO ACUSADO DE TENTAR ASSALTAR MOTOTAXISTA

Acusado

Policiais da Força Tática prenderam um indivíduo identificado como Edilberto Ribeiro de Araújo, mais conhecido como “Tiago”, de 28 anos. O elemento já cumpriu pena na cadeia por crimes de assaltos, furtos e crimes relacionados ao trânsito.
Era por volta das 14h de terça-feira, 20, quando uma equipe da Força Tática patrulhava pelo Centro da cidade quando populares alarmaram sobre uma tentativa de assalto. Os pm’s agiram rápido e chegaram ao local, na Praça do Avião. Ali estava um mototaxista em luta corporal contra o acusado. Ao perceber a chegada dos pm’s o elemento saiu em disparada e os pm’s saíram a pé em sua perseguição. Tiago conseguiu chegar em sua residência na Rua Santos Dumont, Centro, e logo mãe logo passou o cadeado no portão e disse que ali ninguém entrava. Os pm’s da Força Tática apoiados pelos militares da FTM fizeram o cerco no local e após alguns minutos conseguiram prendê-lo escondido em uma casa vizinha. O caso foi levado para a DPC onde o mototaxista relatou que estava no seu local de trabalho, Praça do Avião, quando Tiago chegou e fazendo sugesta de está armado (mão dentro das calças) anunciou o assalto. Nesse momento o mototaxista reagiu e entrou em luta corporal contra o acusado, inclusive teve que lesioná-lo com um soco para evitar o assaalto. O delegado plantonista analisou o caso e resolveu autua-lo em flagrante por crime de tentativa de assalto (artigo 157 combinado com artigo 14, inciso II do CPB), e foi recolhido mais uma vez para a cadeia pública de Camocim.

Efetuaram a prisão: Sgt Flávio, Sds Fernandes e Ribeiro)
Camocim Polícia 24h

"OPERAÇÃO VEREDA"!!! LAUDO CONCLUI QUE POLICIAL CIVIL DESVIOU DROGA APREENDIDA


A investigação contra policiais civis da Divisão de Combate ao Tráfico, teve início a partir da delação premiada

A 'Operação Vereda', deflagrada em 6 de dezembro de 2017 pela Polícia Federal (PF), contra um suposto esquema montado por policiais civis da Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD), teve novos desdobramentos. Conforme uma decisão da 12ª Vara Federal da Justiça Federal do Ceará, expedida no último dia 2, a PF constatou que os anabolizantes apreendidos na casa do inspetor Fábio Oliveira Benevides são do mesmo lote retido com o traficante português Carlos Miguel de Oliveira Pinheiro.
Os policiais da Especializada começaram a ser investigados, após uma delação premiada feita por Carlos Miguel. Em 2016, o português fez o acordo de colaboração com o Ministério Público Federal (MPF), e relatou que teve bens subtraídos pelos policiais nas duas vezes que foi preso, por servidores da Divisão.
Segundo a Justiça Federal, há constatação que as sete ampolas da substância Lipostabil, encontradas na casa do inspetor, e as 216 ampolas apreendidas pela DCTD com o português, no ano de 2015, são do mesmo lote. Na delação, o traficante internacional disse que os policiais civis "teriam solicitado vantagem indevida para não efetuar a prisão em flagrante de um crime federal", que haviam "se apropriado de parte do produto de crime" e "forjado o flagrante".
A delegada Patrícia Bezerra foi afastada do cargo de diretora da DCTD no dia em que a 'Operação Vereda' foi deflagrada. Na decisão da 12ª Vara Federal consta que a ex-diretora da Especializada afirmou que as substâncias apreendidas com o estrangeiro já tinham sido incineradas. Porém, conforme os autos, no dia 27 de dezembro do ano passado, a atual diretora da DCTD, delegada Socorro Portela, entregou à Delegacia Federal de Prevenção e Repressão a Crimes Fazendários (Delefaz), todo o material apreendido nas três ações realizadas pela Divisão, em desfavor de Carlos Miguel.

ACARAÚ-CE: POLICIAIS SÃO PRESOS ACUSADOS DE MATAR "SUPOSTO TRAFICANTE" EM JIJOCA DE JERICOACOARA


Cinco policiais cearenses foram presos nesta terça-feira, sendo dois PMs da Ativa, um ex-PM e um afastado das funções, além de um inspetor da Polícia Civil lotado na Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Os cinco são suspeitos de formar um grupo de extermínio que vinha praticando assassinatos no Litoral Oeste do estado. O grupo foi capturado na cidade de Acaraú (a 234Km de Fortaleza) logo após matar um suposto traficante de drogas em Jijoca de Jericoacoara.
As prisões aconteceram por volta das 15h30, logo após ser registrado o assassinato em Jijoca, onde um homem, identificado até o momento apenas por Renan foi executado com mais de 10 tiros de pistola na calçada de uma residência. Os criminosos fugiram em um veículo modelo ônix, branco, de placas OST-8505 (CE). Logo, a Polícia Militar montou um cerco na região diante da possibilidade dos indivíduos seguirem em fuga em direção a Fortaleza.
Cerca de 30 minutos após o crime, policiais da 5ª Companhia do 4º Batalhão de Policiamento Comunitário (BPCom), sediada em Acaraú, com o apoio de uma patrulha do Destacamento da PM de Cruz, abordaram o carro suspeito na entrada da cidade de Acaraú. Nele estavam os cinco suspeitos do assassinato. A intenção do grupo era realmente fugir em direção à Capital.
Os cinco homens estavam armados com pistolas e receberam voz de prisão no local da abordagem, sendo levados presos para a cidade de Itapipoca, onde foi lavrado o flagrante por assassinato. 

Trecho do auto de prisão em flagrante dos policiais logo após o assassinato em Jijoca de Jericoacoara
Vingança à morte de ex-PM

Além do assassinato do homem identificado apenas por Renan, na tarde desta terça-feira, o grupo é suspeito também de matar o indivíduo Antônio Álvaro de Albuquerque, 22 anos, assassinado a tiros na tarde do último domingo numa barraca na Praia de Jericoacoara, além de outras mortes recentes naquela região litorânea do estado.
A Polícia também tem uma segunda suspeita de que o grupo estaria matando traficantes e usuários de drogas por vingança, após a morte de um ex-PM de São Paulo em Jijoca de Jericoacoara. O crime aconteceu no último dia 8, quando Silver Max Lopes, 39 anos, foi executado a tiros. Ele era ex-policial do Estado de São Paulo e veio morar no Ceará, se estabelecendo como dono de uma fábrica de gelo na cidade de Jijoca de Jericoacoara. O assassinato ainda está sendo investigado.
Logo após o flagrante na Delegacia Regional de Itapipoca, o grupo preso será trazido para Fortaleza. O policial civil deverá ficar preso na carceragem do Complexo das Delegacias Especializadas (Code), no Bairro de Fátima; enquanto os três PMs e o ex-PM ficarão recolhidos em xadrezes do Presídio Militar, no Quartel do 5º BPM (Praça José Bonifácio).

Fonte: Fernando Ribeiro