sexta-feira, 16 de março de 2018

REVOLTANTE!!! MÃE FLAGRA MARIDO FAZENDO SEXO ORAL NA ENTEADA DE APENAS 10 ANOS

Uma mãe procurou a delegacia de polícia para denunciar o marido após flagrá-lo praticando sexo oral na enteada, de apenas 10 anos, em Campo Verde (131 km de Cuiabá). Conforme informações da Polícia Civil, a mãe denunciou que durante a noite sentiu falta do marido no meio da noite e foi até o quarto da menor, onde viu o homem excitado.
A mãe relatou que o suspeito tentou “desconversar” sobre o ocorrido, mas que foi possível perceber que ele havia feito sexo oral na enteada.
O caso foi repassado para a Polícia Civil, que efetuou a prisão do homem logo após a denúncia. O suspeito de 26 anos não resistiu à prisão e confessou ter acariciado e realizado sexo oral na menor. O conselho tutelar vai acompanhar o caso.

Via Folha Max

HOMEM É PRESO APÓS MATAR O IRMÃO A GOLPES DE FACA EM VIÇOSA

Um homem foi preso após matar o próprio irmão a golpes de faca na zona rural de Viçosa do Ceará. O crime aconteceu na quarta (14), por volta do meio no distrito de Taboca.
O mecânico José Leonardo, 32 anos estava em sua oficina quando chegou o irmão José Raimundo, 38 anos, e desferiu várias facadas na região do tórax de José Leonardo e depois fugiu. A vítima ainda foi socorrida por familiares para o hospital do município, mas não resistiu aos ferimentos e veio à óbito antes mesmo do atendimento médico.
Policiais Civis e Militares passaram a fazer diligências e momentos depois o autor do homicídio foi preso pela equipe do Delegado Dr. Gregório, formada pelo Escrivão Freire e os Inspetores Murilo, Sérgio e Renan.
O infrator foi autuado em flagrante por crime de homicídio e depois recolhido a Cadeia Pública local. 

Fonte: Ibiapaba 24horas

FORA DE CONTROLE: EM SEIS ANOS, 2 MIL PRESOS FUGIRAM NO CEARÁ USANDO TORNOZELEIRAS ELETRÔNICAS

Em seis anos de implantação no Ceará, o sistema de monitoramento à distância de detentos egressos do Sistema Penitenciário Estadual, através da colocação de tornozeleiras eletrônicas, fracassou. Atualmente, são mais de dois mil presos considerados foragidos. Eles destruíram ou conseguiram retirar o equipamento que permitia às autoridade acompanhar os seus passos.
Dos 2.152 foragidos, as autoridades policiais e da própria Secretaria da Justiça e da Cidadania (órgão responsável pela administração penal do estado e pelo sistema de monitoramento eletrônico) só conseguiram recapturar 490, o que representa apenas 22,7 por cento do total de detentos que quebraram as regras impostas pela Justiça.
Neste ano, a Sejus já colocou tornozeleiras eletrônicas – por ordem da Justiça – em 588 presos e 213 deles já destruíram ou se desfizeram do equipamento, estando atualmente na condição de foragidos.
São apenas 36 funcionários destacados para o trabalho de monitoramento. Eles se revezam nos plantões durante 24 horas por dia, mas não conseguem mapear e acompanhar todos os detentos que receberam as tornozeleiras. O resultado disso, é que, praticamente, todos os dias, bandidos são presos praticando assaltos e assassinatos na Grande Fortaleza e no Interior mesmo usando o equipamento. Também é registrado um alto índice de bandidos mortos usando as tornozeleiras.