VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

quinta-feira, 2 de agosto de 2018

RECORDE! 125 PRISÕES POR TRÁFICO NA ÁREA DA 3ªCIA/3ºBPM DURANTE TODO O ANO. CAMOCIM TEVE 54 SOMENTE NO MÊS DE JULHO


A população tem sido testemunha de que a Polícia Militar tem travado uma batalha intensa visando coibir o tráfico de drogas nos municípios que compõem a área da 3ªCia do 3ºBPM (Camocim, Granja, Chaval, Barroquinha e Martinópole).
O combate a este crime, considerado um dos mais perversos contra a sociedade, tem tido excelentes resultados, tanto é que somente nos primeiros 07 meses do ano de 2018 foram realizadas 125 *prisões (ou conduções) por tráfico de drogas na área da 3ªCia do 3ºBPM. Nesse período em Camocim aconteceram 90 prisões (ou conduções), em Granja ocorreram 17, em Martinópole 05, em Barroquinha 09 e em Chaval 04.

Evolução mês a mês

Confira a evolução no número de prisões (ou conduções) nos município de nossa área:

Camocim: No mês de janeiro aconteceram 05 prisões (ou conduções); fevereiro 05; março 06; abril 04; maio 07; junho 09 e julho nada mais nada mesmo que 54 prisões (ou conduções).

Granja: Janeiro com 03 prisões (ou conduções); fevereiro nenhuma; março nenhuma; abril nenhuma; maio 01; junho 06 e julho 07.

Martinópole: Janeiro nenhuma prisão (ou condução); fevereiro 01; março nenhuma; abril nenhuma; maio nenhuma; junho nenhuma e julho 04.

Barroquinha: Janeiro 01 prisão (ou condução); fevereiro nenhuma; março nenhuma; abril 01; maio 01; junho 01 e julho 05.

Chaval: Janeiro nenhuma prisão (ou condução); fevereiro 02; março nenhuma; abril 01; maio 01, junho nenhuma e julho nenhuma.

Mês de julho

O mês de julho entrou para a história como o mês de maior combate ao tráfico de drogas e prisões de traficantes no município de Camocim desde 1974, data da criação da 3ª Cia do 3º BPM. Com um total de 54 prisões (ou conduções), o mês de julho supera todos os meses passados de 2018, todos juntos. Não resta dúvida que o reforço da base do BPRaio em Camocim é um dos principais motivos no aumento significativo nas prisões de traficantes que veio a se somar com as também muitas prisões realizadas principalmente pela Força Tática e FTM.

Criminalidade em queda

Não resta dúvida que o tráfico de drogas é que fomenta a prática de vários outros crimes como homicídios, lesões corporais, assaltos, furtos, etc. O que a população tem percebido é que com os recordes nas prisões por tráfico de drogas, os demais crimes estão em queda livre e essa sensação de segurança pública e paz social é uma realidade atualmente em nossa cidade.

Denúncias

De acordo com o Major Eduardo, para que os crimes continuem caindo é muito importante que a população continue denunciando de forma anônima as ações criminosas em nossa cidade. Você pode fazer sua denúncia de forma segura e sigilosa diretamente para o whatsapp do Raio: (88) 9 9476 8018 / Whatsapp do Camocim Polícia 24h (88) 9 9233 3310 ou para o 190.
Observação: Vale ressaltar que o Camocim Polícia 24h considera como prisões (ou conduções) por tráfico de drogas, todas as prisões em flagrantes relacionadas ao tráfico, apreensões de menores por tráfico, aberturas de inquéritos por portarias para apurar crimes de tráficos e cumprimentos de mandados de prisões a indivíduos acusados ou condenados por tráfico.
Camocim Polícia 24h

4 comentários:

Anônimo disse...

É pra lotar a cadeia com esses lixos. Seria ótimo se essas desgraças morressem lá dentro.

Anônimo disse...

Parabéns, as autoridades, a população de Camocim agradece.

René disse...

54 prisões por trafico. Putz. Ta dando é cria.

Anônimo disse...

Felizmente as autoridades policiais acordaram para esse câncer que assola principalmente nossos jovens.Parabens pois Martinópole outrora pacata, já estava sendo reduto desses marginais que se aproveitando da calmaria dessa cidade estavam migrando para cá,mas agora acho que vao pensar duas
vezes. Estou falando de Martinópole porque sei da história daqui, mas a região toda esta de parabens, pois esses lixos estavam achando que mandavam nas cidades. PARABÉNS POLÍCIA.