VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

sexta-feira, 20 de abril de 2018

PM’S DA FORÇA TÁTICA PRENDEM CAMINHONEIRO TRANSPORTANDO 52 QUILOS DE DROGA DO RIO GRANDE DO NORTE PARA O CEARÁ


Ação foi realizada por uma equipe da Força Tática (FT) da PM.

Um homem foi preso por transportar 52 quilos de droga do Estado do Rio Grande do Norte até o município de São Gonçalo do Amarante, na Região Metropolitana de Fortaleza. De acordo com a polícia, o caso ocorreu na quarta-feira (18), mas só divulgado na tarde desta quinta-feira (19). O motorista confessou que foi pago para transportar os entorpecentes.
Durante um patrulhamento pela BR 116, no Bairro Pedras, em Fortaleza, os militares visualizaram um veículo de cor prata e com as placas de Pernambuco, trafegando pela rodovia federal e seguindo no sentido sertão. Um fato que chamou atenção da composição foi a traseira do automóvel, que se encontrava muito baixa, aparentando estar carregada com grande quantidade de material, até então desconhecido, e com vidros escuros.
Após sinais sonoros emitidos pela viatura, o motorista de 31 anos – natural do Rio Grande do Norte e sem antecedentes no Ceará – parou o carro no acostamento. Foi realizada uma abordagem, com o apoio de outras viaturas também da Força Tática, que resultou nas apreensões de dois tabletes de cocaína e mais dois tabletes de maconha, embaixo do banco traseiro do automóvel. Já o restante dos ilícitos, foram localizados em um saco plástico e lacrado, no porta-malas, cobertos com um pano preto. No total, foram encontrados 50 quilos de maconha e dois quilos de cocaína.
Ao ser questionado, o potiguar alegou que receberia um valor em torno de R$ 4 mil para transportar os entorpecentes até o município cearense. Inclusive, que teria recebido o carregamento em Mossoró, município norte-rio-grandense. O motorista foi encaminhado ao 30° Distrito Policial (DP), onde foi autuado em flagrante por tráfico de drogas.
Agora, a Polícia Civil dará continuidade às investigações visando identificar outras pessoas envolvidas no esquema de tráfico interestadual de entorpecentes.

Fonte: G1Ce

Um comentário:

Anônimo disse...

Caminhoneiro? O cara não anda num carro de passeio