quarta-feira, 20 de novembro de 2013

EM NOVO CONCURSO, FORMAÇÃO DE OFICIAIS E PRAÇAS TERÁ MUDANÇAS

Os candidatos a oficiais e praças da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, que participarão de concurso público da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), deverão ter um processo de formação com mais enfoque em questões sociais e de conflitos. Ontem, um dia após a publicação dos editais dos certames, feito na segunda-feira (18), o Governo do Estado publicou decreto que modifica as matrizes curriculares da Segurança Pública estadual, adequando-as às nacionais. Com a mudança, a formação dos profissionais de segurança ganhará mais caráter preventivo.

Mediação de Conflitos, Relações Interpessoais, Comunicação Social e Situação de Vulnerabilidade e Risco Social estão entre as matrizes disciplinares que serão repassadas. “A grade curricular está mais voltada para questões sociais. Visando a resolução de conflitos, seja a discussão em um bar, numa ocorrência de trânsito ou em uma tentativa de homicídio. A atividade será de prevenção e aproximação com a sociedade”, detalhou diretor-geral da Academia Estadual de Segurança Pública (Aesp), coronel John Roosevelt Rogério de Alencar.


Tempo de formação

Entre as novidades do concurso está a exigência de nível superior para o cargo de primeiro-tenente (oficiais) e a redução do tempo de formação. De acordo com o diretor da Aesp, o período passou de três anos para um ano e meio, em regime integral. “O oficial adquiria a formação superior dentro da própria academia, saía bacharel em Segurança Pública. Hoje, já entra formado”, explicou. Conforme o coronel, após 18 meses de curso (que inclui estágio supervisionado), o candidato deverá tornar-se aspirante a tenente e passará seis meses atuando na prática.

Para os praças, a exigência é de nível médio e a duração do curso de formação é de apenas cinco meses. “O tempo é menor do que os dos oficiais por causa da complexidade da missão dos tenentes, que exige mais preparo. Afinal, eles serão gestores”, afirmou o coronel Alencar. O tempo de prática também é menor, de apenas um mês. Outra mudança no concurso é a exigência da categoria AB da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Serviço

Informações

Oficiais da Polícia Militar: serão 200 vagas (180 para homens e 20 para mulheres). As inscrições serão feitas entre os dias 3 e 20 de dezembro. A taxa é de R$ 85 e o salário é de R$ 4.121,78

Oficiais - Bombeiros: serão 30 vagas (27 para homens e três para mulheres). As inscrições serão feitas entre os dias 5 e 20 de dezembro.. A taxa é de R$ 85 e o salário é de R$ 4.121,78

Praças - Bombeiros: serão 270 vagas (256 para homens e 14 para mulheres). As inscrições serão feitas entre os dias 5 e 20 de dezembro. A taxa é de R$ 80 e o salário é de R$ 2.638,61. O site para inscrições é www.cespe.unb.br/concursos.

Fonte: O POVO

Nenhum comentário: