sexta-feira, 13 de julho de 2012

POLÍCIA PROCURA RESTANTE DO BANDO QUE EXPLODIU CARRI FORTE.

Equipes das polícias Civil e Militar continuam vasculhando o sertão Central do Estado à procura do bando responsável pelo ataque ao carro-forte da empresa Brinks, ocorrido no final da tarde de anteontem, na CE-359, entre os distritos de Triunfo e Pirangi, em Ibaretama. A ação criminosa ocorreu próximo ao local onde outro veículo blindado transporte de valores da mesma empresa foi atacado no dia 13 de julho de 2011. Cerca de R$ 2 milhões foram roubados naquela ação criminosa.

Dessa vez, o ataque teria rendido em torno de R$ 900 mil, porém o delegado Romério Almeida, titular da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), não confirmou a informação.

Incendiado
Os bandidos incendiaram um Eco Sport na fuga. No porta-malas do veículo, havia uma chapa de aço com orifícios para escorar os canos de armas longas. Cartuchos de munição ponto 50 foram encontrados no local onde o carro foi incendiado. "Esse tipo de munição é usado em artilharia antiaérea", explicou o delegado de Quixadá, George Almeida.

O assaltante Sheldon Ribeiro Alves, 36 e o vigilante Francisco Aparecido Sousa, 29, foram autuados por adulteração de sinal identificador de veículo, pois o Honda Civic estava com placas clonadas. Ambos também responderão por formação de quadrilha.

Transferido
Por questões de segurança, Sheldon Alves foi transferido, na noite de ontem, para a CPPL do Carrapicho, em Caucaia. Segundo Romério Almeida, o bandido é especialista em assaltos a bancos, tendo passado vários anos preso. (Colaborou Alex Pimentel)  

Fonte: DN

Nenhum comentário: