VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

MARTINÓPOLE-CE: HOMEM INVADE CEMITÉRIO, VIOLA SEPULTURA E FURTA RESTOS MORTAIS PARA TENTAR PROVAR QUE É FILHO DE EX-PREFEITO

Durante o dia de segunda-feira, 02, policiais do destacamento de Martinópole foram solicitados para resolver uma ocorrência no mínimo inusitada. Acreditem, um homem invadiu um cemitério, violou dois túmulos e furtou parte da ossada de um ex-prefeito do município para tentar provar que é filho do mesmo.

O caso

Era por volta das 17h00 quando compareceu ao destacamento policial da cidade um homem identificado como José Adalberto que relatou ter tomado conhecimento de que um homem identificado como Antonio Mauro dos Santos, 25 anos, havia adentrado o cemitério do município e violado a sepultura e retirado os restos mortais de duas pessoas: do ex-prefeito da cidade Dário Campos (sogro do denunciante) e de seu neto (filho do denunciante).
Observando a gravidade do caso, os pm’s colheram maiores informações a cerca do caso e iniciaram as diligências à procura do suspeito, conseguindo localizá-lo e prendê-lo horas depois. No momento da prisão,  Antonio Mauro dos Santos se encontrava com partes das arcadas dentárias de ambos guardado em um saco.

Os restos mortais dos corpos foram colocados dentro de um saco pelo indivíduo
Suposta herança

Ao ser indagado a cerca do paradeiro do restante da ossada, o indivíduo  informou ter colocado em um saco plástico e colocado no lixo próximo de sua residência. O homem relatou ainda ter pego os dentes para fazer um exame de DNA, pois ele alega ser filho do ex- prefeito e queria com o exame comprovar o fato e pleitear uma herança que entende ter direito.
Mediante os fatos ocorridos, o policiamento deu voz de prisão ao acusado, recolheu os ossos juntamente com os dentes e o conduziu a delegacia regional em Sobral, local onde o estranho caso foi apresentado ao delegado plantonista que resolveu autuá-lo em flagrante com base ao artigo 210 do CPB, sendo posteriormente conduzido à cadeia pública de Granja.

Artigo 210 do CPB - Violar ou profanar sepultura ou urna funerária:
Pena - reclusão, de um a três anos, e multa.
Destruição, subtração ou ocultação de cadáver

Efetuaram a prisão: Sg Alberto, Sgt Julio César, Sds C. Monteiro e Reis

Camocim Polícia 24h
Colaboradores: Sgt Marcilene e Sd Reis

16 comentários:

Anônimo disse...

Diante dos fatos a polícia não deveria também ouvir o rapaz, e abrir uma linha de investigação no caso? ou é melhor prender logo e pronto, e se ele for realmente filho do mesmo?

Anônimo disse...

Concordo com você esse caso deve ser analisado rigorosamente para que seja feita e justiça de ambas as partes.

Anônimo disse...

Entendo que diante da situação deve-se abrir um inquérito de investigação quanto a denúncia do acusado e não despreza-la afinal quem sabe este seja um herdeiro!

Anônimo disse...

Mais não justifica o crime. Ele tem por meio da justiça como provar se acaso ele for filho do ex prefeito . Então nada justifica o ato de vandalismo cometido.

Anônimo disse...

Para que tenha uma reação tem que ter uma ação.que ele sofra as consequências mas que sejam avaliado em que ele alega ser.autoridades envestigue análise.

Angelica Setubal disse...

Vdd , concordo com você .nada justifica o ator de vandalismo

Angelica Setubal disse...

Vdd,nada justiça o ato de vandalismo.

Anônimo disse...

Pra provar que é filho não precisava ter violado o túmulo. Falta de informação.tinha várias maneiras de conseguir material pra fazer este DNA.Esse cabra assiste pouca novela e pouco filme!! O que não justifica é o crime que ele cometeu

Anônimo disse...

Acho que a pessoa q está sob efeito de entorpecente perde o direito à qualquer coisa, já que a intenção é ter o reconhecimento de herdeiro não deveria violar algo q não o diz respeito, até que seja provado o contrário. Acho q quando mexe-se em túmulo vc desrespeita a familia, a família sente um sofrimento desnecessário. Justiça existe pra ser feita e o q ele menos quis foi justiça, pq se quisesse teria ido por vias legais

Anônimo disse...

tem tanto bandido perigoso solto que ja matou tanta gente,so por causa de uma besteira dessa e bem capaz de o rapaz passar o resto da vida preso.na minha opiniao a policia deveria abrir uma linha de investigacao para apurar os fatos

Anônimo disse...

Nem que fosse filho do próprio ele poderia cometer isso, isso é crime. Nem a própria família se qser pode ir a qualquer hora fazer uma coisa dessa. E outra, o falecido tem família, filhos, netos. Se ele quisesse fazer o DNA l, era só ter procurado a familia que algum filho se prontificaria a fazer.

Anônimo disse...

se prontificaria era nada, ja que ele fez essa besteira deve ser porque a familia nao aceite o parentesco

Anônimo disse...

É muito pouco provável a família ter dado ouvidos a ele.sei que ele não agiu corretamente,mas tem direito a uma investigação.

Anônimo disse...

Non penso proprio!!!

Anônimo disse...

Acredito que se alguém da família do morto estivesse interessado em ajudar esse rapaz ele não tinha feito isso até porque ele que o direito dele na herança da qual ele acredita que venha a ter se ele prova que ele é filho do ex prefeito

Anônimo disse...

As vezes julgamos sem saber .sabemos q não justifica oq ele fez .mais esse caso tem q ser investigado para realmente possamos culpar e se realmente esse rapaz for msm filho do ex prefeito