VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

CEARÁ CEDE AGENTES PARA ATUAR EM PRESÍDIO DO RIO GRANDE DO NORTE


Agentes cedidos são de força especial especializada em crises.  Além do Ceará, outros estados cedem agentes para atuar em Alcaçuz.

O Ceará enviou nesta quarta-feira (25) um grupo de dez agentes penitenciários especializados em intervenção penitenciária para compor a chamada força-tarefa que irá atuar em Alcaçuz, que enfrenta uma crise penitenciária e uma série de rebeliões. A Força-Tarefa foi instituída pelo Ministério da Justiça e Cidadania. Além do Ceará, Rio de Janeiro, São Paulo e Distrito Federal também enviaram agentes.
Ao todo, 70 agentes de segurança exercerão atividades de guarda, vigilância e custódia de presos. O objetivo é controlar a situação nos estabelecimentos penais.
Os dez agentes enviados integram o Grupo de Ações Penitenciárias Especiais (Gape). "Os agentes penitenciários são quem de fato conhecem a rotina prisional, as atividades e intervenções necessárias para agir em um momento de crise como esse. Os grupos táticos têm uma função muito importante, nesse momento", destaca o coordenador operacional do Sistema Penitenciário (Cosipe), Alexandre Leite.
Os agentes foram cedidos por 30 dias, mas o período pode ser prorrogado, como prevê a Portaria.
A secretária da Justiça e Cidadania do Estado, Socorro França, considera que o pedido é um reconhecimento ao bom trabalho realizado no Estado pelos agentes penitenciários. "Nossos grupos táticos têm toda a expertise para atuar em momentos como esse. Acreditamos que receber esse pedido do Ministério da Justiça é uma chancela ao trabalho que vem sendo feito no Ceará", pontua.

Fonte: G1Ce

2 comentários:

Anônimo disse...

o que eu acho engraçado e que outros não estão dando conta de cuidar dos vagabundos daqui do ceara e vão ajudar outros estados, e pra rir

Anônimo disse...

Rrsss é vrdd