VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

MÃE DO ADOLESCENTE QUE MATOU A NAMORADA EM MARANGUAPE ENTREGOU O FILHO À POLÍCIA


O jovem de 15 anos teve a ajuda de amigo também de 15 para matar a namorada a facadas, ao desconfiar de traição

O adolescente de 15 anos suspeito de participar do assassinato da jovem Rafaela da Silva Siqueira, de 16 anos, foi apreendido pela polícia na tarde desta terça-feira (20). O jovem e o namorado da vítima, também de 15 anos, confessaram ter matado a adolescente a facadas e jogado o corpo num matagal próximo a CE-065, no município de Maranguape, a 34 quilômetros de Fortaleza.
Segundo a polícia, o jovem auxiliou o namorado de Rafaela no momento em que eles estavam dando as facadas. Além disso, ele teria segurado Rafaela enquanto o próprio namorado esfaqueava a vítima. A polícia também alerta que, em um momento de raiva, o parceiro do namorado da vítima também chegou a desferir facadas contra a adolescente.
O jovem infrator, que não teve o nome divulgado, era fugitivo de uma unidade que abriga menores no município de Maranguape. “Ele respondia a uma tentativa de homicídio e estava apreendido no centro de triagem Dom Bosco, mas conseguiu fugir e cometeu esse crime”.
Em entrevista ao programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, o adolescente contou que, depois do acontecido, tentou chamar uma ambulância. “Arrependido eu tô, mas já passou né, vou fazer o que? Eu ainda tentei chamar uma ambulância depois, ela ainda tava viva, mas eles não foram”, destaca.



Mãe do namorado ajudou a desvendar o crime

De acordo com a polícia, Rafaela havia sido vista pela última vez com o namorado na quinta-feira (14). Após passar alguns dias desaparecida, a mãe do próprio namorado se uniu à família e juntos começaram a procurar Rafaela por toda a cidade.
Segundo o inspetor Wellington, da Polícia Civil, a mãe do namorado ficou desconfiada da participação do próprio filho no desaparecimento de Rafaela. Com isso, ela levou o filho à delegacia para que policiais tentassem extrair alguma informação do garoto.
“Tanto a família da vítima quanto a do suspeito estavam bastante aflitos. A mãe do namorado ajudou a família da vítima a procurar Rafaela por todos os cantos, e foi nessa procura que ela começou a desconfiar que ele poderia ter participação no desaparecimento da jovem. Então ela resolveu vir à delegacia para pedir aos policiais para investigar e saber se o próprio filho poderia dar informações de onde estava a vítima. Foi aí que ele confessou que havia cometido o crime”, conta o agente. 
Ainda segundo Wellington, os dois jovens falaram à Polícia que ainda precisam acertar contas com outras pessoas na região. “Tanto este quanto o outro adolescente falaram que não iriam morrer agora porque tinham mais pessoas para matar. Eles afirmaram que só iriam sossegar quando tirassem a vida de outras pessoas no Parque São João. Uma dessas vidas seria a pessoa que estava se envolvendo com a menor de idade. Então, é mais uma situação que tem que ser monitorada”, concluiu.

Entenda o crime

Rafaela Siqueira foi encontrada morta na última segunda-feira (19) às margens da CE-065. Após identificar-se como o autor da morte de Rafaela, o namorado mostrou à polícia onde havia escondido as armas do crime, que eram duas facas. O jovem cogitava uma suposta traição por parte da namorada, o que teria motivado o homicídio. O namorado da jovem foi apreendido e será apresentado ao juiz e promotor para saber o local para onde será encaminhado.

Fonte: Tribuna do Ceara

Um comentário:

Anônimo disse...

ela tinha era que botar fogo no lixo dela, esse maldito