VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

EM CHAVAL, CONDENADO POR TRÁFICO DE DROGAS É EXECUTADO A BALA NAS DEPENDÊNCIAS DA PREFEITURA MUNICIPAL

Nelson
Por volta das 13h00 desta terça-feira, 27, um homem identificado como Nelson de Paula Passos, 52 anos, foi executado a bala nas dependências da prefeitura municipal de Chaval.
Segundo informes repassados para o blog Camocim Polícia 24h, Nelson cumpria pena de prestação de serviço na prefeitura devido ter sido condenado por tráfico de drogas pela justiça local.

Crimes cometidos

Em janeiro de 2011, Nelson foi preso por porte ilegal de arma de fogo em uma operação da Polícia Militar. Relembre a matéria AQUI. Já em maio de 2013, Nelson já estava em liberdade e foi novamente preso pela Polícia Militar, desta vez acusado de tráfico de drogas. Reveja o caso AQUI. Dois anos depois, em maio de 2015, já em liberdade, Nelson era detento do regime semiaberto e foi mais uma vez preso pela Polícia Militar, novamente por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. Veja o caso AQUI.

Execução


Nelson estava cumprindo pena por tráfico de drogas
Era por volta das 11h00 quando dois elementos chegaram em uma bicicleta no pátio externo da prefeitura de Chaval, um deles armado com um revólver, se aproximou de Nelson e disparou alguns tiros, sendo que dois deles atingiram a cabeça da vítima que veio a óbito ali mesmo no local. Vale ressaltar que nesse momento os policiais do destacamento não se encontravam na cidade, pois tinham ido averiguar uma denúncia de um achado de ossada humana na localidade de Estreito dos Martins.

Vingança?

Exatamente na manhã do dia 02 de dezembro deste ano, um jovem identificado como George Luís Apoliano Monteiro, 24 anos, vulgo “Georginho”, foi executado também com dois tiros na altura da cabeça. Na ocasião amigos e alguns familiares da vítima apontaram Nelson como o mandante do crime, no entanto, não há nada confirmado. Reveja o caso AQUI.


Multidão tomou de conta do local
Caçada

Por determinação do Tenente Coronel Artunane Aguiar, policiais militares da Força Tática de Camocim, Batalhão de Divisas, destacamento de Chaval e Barroquinha realizam diligências na área objetivando localizar e capturar a dupla.

Camocim Polícia 24h
Colaboradores: Sgt Dário e Sd Gleison Nunes

6 comentários:

Anônimo disse...

so existe dois caminho cadeia ou semiterio, foi tarde lixo

Anônimo disse...

se nos cidadões que adamos no certo ainda achamos estes pestes no nosso caminho imagina quem anda errado

Anônimo disse...

Chaval ja foi chaval hj está no abandono tanto pelos políticos como pela justiça.

Anônimo disse...

Deus sabe o que faz

Anônimo disse...

Agora quero só ver aonde vai fica a valentia da mulher dele. Pq ela se achava tao valentona quando ele tava vivo vamos ver o que ela vai fazer agora

Unknown disse...

Fala dele assimnão doido ou quer ser o próximo também pra ir pro cemitério