VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

BANDIDOS ATACAM LOJA DE CELULARES, FOGEM EM CARRO ROUBADO E TROCAM TIROS COM A PM. UM DELES FOI PRA "VALA"


O assalto a uma loja de celulares, seguido de perseguição policial e tiroteio entre bandidos e policiais terminou em morte, na tarde de ontem, na área nobre de Fortaleza. Bandidos armados e usando um veículo roubado, e com placa clonada, entraram em confronto com policiais militares durante a fuga.
O fato  começou quando a Polícia Militar foi acionada, via Ciops, para atender à uma ocorrência de assalto com reféns em uma loja da Claro, situada na Avenida Santos Dumont. Quando as primeiras patrulhas chegaram no local, os quatro criminosos já haviam fugido. Logo, teve início um cerco em toda a área da Aldeota e bairros próximos.
Os assaltantes seguiram em fuga em um Ônix branco, pela Avenida da Abolição. Chegaram na  Avenida Historiador Raimundo Girão, mas foram alcançados pelas viaturas da PM na Avenida Almirante Barroso, proximidades da sede da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa) e da Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos da Segurança Pública e do Sistema Penitenciário (CGD), na Praia de Iracema.



No momento da abordagem, os quatro bandidos reagiram, atirando contra as viaturas. Os PMs revidaram. No confronto, os três assaltantes foram baleados. Um deles acabou morrendo no local, sendo identificado como Nathan Wesley Teles de Sousa, 18 anos, dono de uma extensa ficha de crimes.  Os demais foram socorridos em ambulâncias do Samu e, em seguida, levados para a delegacia, onde foram autuados em flagrante.

Fonte: Fernando Ribeiro

3 comentários:

mamadoechapado disse...

Que imagem linda eesa do bandido morto. Era para todos os dias morrerem milhares de bandidos de todos os tipos.

Anônimo disse...

doque adianta morrer milhares se nascem milhoes todos os dias.essas coisa ruim parece que brotam do chao.

Anônimo disse...

esse ai aposto como não perturba mais kkkkkkkkkkkkk foi sal