VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

segunda-feira, 25 de abril de 2016

CAMOCIM-CE: AGENTES, PM'S E GUARDAS MUNICIPAIS REALIZAM MEGA OPERAÇÃO NA CADEIA PÚBLICA.


Uma mega operação realizada nas dependências da cadeia pública de Camocim culminou com a apreensão de uma grande variedade de materiais ilícitos, de uso não permitido no interior das celas, cerca de 20 aparelhos celulares, vários carregadores, baterias, cerca de 12 facas e cossocos, seis serras para ferro, vários pendrives, comprimidos de tarja preta, etc.
A mega vistoria foi solicitada pelo administrador da cadeia junto ao juiz responsável e à Cosipe Norte. Para a operação foram usados cerca de 16 agentes penitenciários de Camocim e lotados na Cosipe, policiais militares da Força Tática e do Ronda, e ainda guardas municipais e agentes de trânsito da cidade.
A cadeia estava com ânimo acirrado. Os detentos haviam feito um motim e reivindicavam mais espaço nas celas e reclamavam da super lotação. O administrador da unidade disse que a cadeia está beirando o triplo da capacidade de detentos que foi feita para comportar, uma situação insustentável.


O agente responsável pela cadeia ainda ressaltou que Organização das Nações Unidas (ONU) recomenda 1 agente para cada 3 presos, sendo que atualmente a cadeia pública de Camocim tem apenas um agente de serviço por dia para cerca de 180 presos.

“É humanamente impossível esse servidor cumprir seu trabalho a contento”, disse o administrador.

Juízes, promotores e até o Secretário de Justiça já foram informados sobre os problemas na cadeia pública de nossa cidade, informou ao blog o administrador da unidade, que ainda disse que transferências de detentos poderão acontecer a qualquer momento.

Camocim Polícia 24h

14 comentários:

Anônimo disse...

parabéns a todos,guarda municipais,agentes penitenciário e policiais.

Anônimo disse...


Não se sabe ainda qual a intenção de vulnerabilizarem dos guardas municipais e agentes de trânsito de Camocim numa obrigação que não lhes incube.

Posto que a obrigação é dos Agentes Penitenciários e próprio da Polícia Militar, assim, não justifica envolverem esses agentes municipais nesta linha de risco.

LAMENTÁVEL!!!

A ideia é mal e péssima!!!!


Anônimo disse...

Qual o remédio que temos hoje para situações da criminalidade, ou a violência tipificada ou outras semelhantes? Aplicar sobre o violento uma violência “aceitável”, por isso que provém do Estado. Mas quais os preceitos éticos que informam a aplicação dessa contra violência por parte dos agentes do Estado? Essa violência oficial inibe outras pessoas de infringir a lei? O punido sairá do presídio convencido de que, de fato, “o crime não compensa”? Será justificável que se gaste tanto dinheiro na repressão do crime, sem nos determos em suas causas? Eis o drama que as sociedades modernas, em especial a nossa “Querida Cidade de Camocim”.
Tomado o princípio da legalidade é evidente que a maioria dos estabelecimentos prisionais brasileiros não tem as mínimas condições de servirem de abrigo de pessoas, dada as suas precariedades, insalubridades e desumanidade que ali se presenciam. A Lei de Execução (Lei 7.210/1984), o Código Penal – Parte Geral (Lei 7.209/1984), o Código de Processo Penal (Dec.-Lei 3.689/1941), e a Constituição Federal, descrevem princípios, critérios, condições e regulamentam objetivamente como devem ter essas unidades e a forma de tratamento do preso. Não só por estes instrumentos internos, o Brasil é também signatário de documentos internacionais, como bem o disse o Agente Penitenciário responsável pela Administração da Cadeia pública do Município de Camocim - Kelyton (1º Congresso das Nações Unidas sobre Prevenção do Crime e Tratamento de Delinquentes, realizado em Genebra, em 1955, e aprovadas pelo Conselho Econômico e Social da ONU através da sua resolução 663 C I (XXIV), de 31 de julho de 1957, aditada pela resolução 2076 (LXII) de 13 de maio de 1977. Em 25 de maio de 1984, através da resolução 1984/47, o Conselho Econômico e Social aprovou treze procedimentos para a aplicação efetiva das Regras Mínimas), que sustentam a necessidade de preservação dos direitos fundamentais, detidamente de pessoas encarceradas, com tratamento digno e humanizado.
Porém, tudo isso é negligenciado. No momento de enfrentar o assunto, poucos são os que têm a coragem e o compromisso de pedir a interdição desses estabelecimentos. A maioria, ao contrário, acomodada e apequenando o próprio ofício, chegam ao absurdo de deturparem o princípio da reserva do possível, afirmando que diante das demandas apresentadas ao Estado e de seu contingenciamento orçamentário, não tem como atender a essas urgências, dadas a outras prioridades que antecedem (um exemplo a Agência do DETRAN em nossa Cidade). Esse entendimento é de uma estupidez e subversão aos fundamentos reitores do Estado Democrático de Direito sem igual. Ainda que se queira adotar mencionado princípio é incompatível sua incidência em temas que visam livrar o Estado das obrigações com os direitos fundamentais.
Fica aqui a minha pequena contribuição e indignação, tendo em vista que, não basta uma “Mega Operação” para que se resolva um problema dessa magnitude. Pois, o problema não está na falta de capacidade ou eficiência dos Agentes Penitenciários ou dos Policiais Militares e sim na Estrutura Física do Prédio que chamam de Cadeia.

Anônimo disse...

Grande, a ideia era tão somente isolar o local, então quando vc for desaprovar ou criticar algo, procura se informar primeiro, blz ? Fica com Deus !!!!

anonimo disse...

Cara esse não é mais um comentario mais sim ,um jornal,cara vai pra ono legislar as lei por la ,(presos porque ?porque cometeu crimis ,portanto tem que pagar por eles do geito que for possivel tá bom cara..)

anonimo disse...

Cara esse não é mais um comentario mais sim ,um jornal,cara vai pra ono legislar as lei por la ,(presos porque ?porque cometeu crimis ,portanto tem que pagar por eles do geito que for possivel tá bom cara..)
me_desculpe pela minha cinceridade
olhe os cincos que fugiran dai ja roubaram um casal de velhinhos indefesos so não fiseram o pior porque os velhinhos nem simecheram nas redes ,levaran tudo até o butijão com borracha e tudo
porque té pena deles .

Anônimo disse...

ESSES COITADOS FAZEM O QUE PODE, SE DEDICAM, MAIS NÃO TEM COMO LUTAR CONTRA O SISTEMA, A TENDÊNCIA É PIORAR DEMAIS.

Anônimo disse...

Ainda tem gente q defendem esses lixos .

Anônimo disse...

cadeia de camocim acontece de tudo agora poen ate os guardas q e isso rsrsrsrsr

Anônimo disse...


Se os guardas municipais ficaram na organização do trânsito, tudo bem... concordamos, porém, alertamos para que os agentes de Trânsito, guardas municipais, ou até mesmo os policiais militares e agentes penitenciários, não se exponham em fotografias sensacionalistas como estas que postaram, pois se tornaram vulneráveis em suas vidas particulares, em caso, ni lazer, na igreja, etc., não estou falando contra a segurança pública, mas em favor das pessoas que a fazem a nossa segurança com o risco da própria vida.

Porque não precisa a sociedade saber quais foram as autoridades que entraram no presídio, ou que prendem bandidos, basta apenas que o MP, o Juiz, o Delegado e os seus próprios comandantes saibam quem são os agentes que efetuaram a operação.

A minha crítica é somente contra a vulnerabilidade das pessoas que trabalham nesta profissão que ao saírem de serviço, ficam sem a proteção imediata de seus colegas de serviço!!

Saudações a todos!!

Anônimo disse...

Isso mesmo se fizessem isso toda semana acabavam com essa baderna na cadeia.

Anônimo disse...

E você acha que escondendo o rosto numa foto vai inibir um bandido querer matsr um agente de segurança? sabe de nada inocente.

Anônimo disse...

Pequeno,1 não estou falando contigo, 2 me baseio nas informações aqui presentes, 3 procuro crescer tanto no tamanho quanto na mente! Tenha um bom serviço prestado!

Anônimo disse...

Aki em camucim E ruim de jamais prefiro a cadeia de granja mil vez Por que nunca mataram niguem de cadeia aki em camucim Ta um caso serio..... parabens .oseni pelo seu trabalho agradesa a deus suas cadeia ser calma