terça-feira, 25 de março de 2014

EM CANINDÉ, CRIANÇA FICA 12 HS ESCONDIDA NO MATO FUGINDO DE ASSALTANTES

Durou cerca de 12 horas o drama de uma garota de 10 anos que ficou escondida em um matagal, na localidade de Pendanga, entre os municípios de Caridade e Guaramiranga no Maciço do Baturité. A menina, filha de um comerciante, sumiu de casa por volta das 21 horas de domingo, quando quatro homens armados de revólveres calibre 38 invadiram o comércio do pai dela, Otávio Fernandes Muniz, 51 e passaram a agredi-lo. Durante a ação criminosa, Otávio Fernandes estava acompanhado da esposa, da sogra e da filha de 10 anos. Otávio foi o primeiro a ser agredido.
Ele levou várias coronhadas na cabeça. Os parentes só notaram o sumiço da menina, após a fuga dos assaltantes. Os pais da garota acreditaram que ela havia sido sequestrada pelos bandidos, que saíram do local levando dinheiro e objetos pessoais das vítimas. O comandante do 4º BPM (Canindé) tenente-coronel Natanael Cavalcante enviou patrulhas da Força Tática de Apoio (FTA) e Serviço Reservado, além do apoio de equipes dos municípios de Caridade, Mulungu, Aratuba e Guaramiranga, mas ninguém foi preso.

Por volta das 9 horas de ontem, a garota foi encontrada e falou para os policiais que passou a noite no matagal deitada debaixo de arbustos para se proteger do frio e da chuva, depois de fugir dos bandidos, temendo que eles tivessem assassinados seus pais. Ela estava toda picada de mosquitos, mas passa bem.

Antônio Carlos Alves/Colaborador
Fonte: DN 

Um comentário:

Anônimo disse...

Tenham fé pessoal da segurança, tudo vai ser resolvido com BICO, a famosa (gorjeta.