terça-feira, 5 de novembro de 2013

SECRETARIA DE SEGURANÇA JUSTIFICA FALTA DE COLETES E ARMAMENTOS PARA NOVOS POLICIAIS.


Um dia depois de serem veiculadas notícias de que os novos policiais estavam nas ruas sem equipamentos de segurança pessoal, a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), enviou uma nota à imprensa informando que concluiu a licitação para a compra de mais de cinco mil coletes à prova de balas. Ainda segundo o comunicado, "os equipamentos serão distribuídos em breve para policiais civis e militares".
A denúncia foi feita à imprensa por familiares dos novos PMs e populares em geral, que flagraram o fato.
Segundo eles, os agentes estariam em vias movimentadas como a Avenida Beira-mar e o cruzamento da Avenida Padre Antônio Tomaz com a Via Expressa sem coletes à prova de balas, armas de fogo e rádios comunicadores.
No documento, o titular da SSPDS, delegado federal Servilho Paiva, disse que o problema se deu porque o processo licitatório para a aquisição de 5.137 coletes demorou para ser finalizado. "O processo foi demorado devido à quantidade de recursos movidos por empresas concorrentes. Isso é comum no serviço público. O que importa é que foi finalizado e os coletes serão entregues para a tropa. Já estamos fazendo gestão junto à empresa ganhadora para antecipar a entrega".

Quanto às armas, o relações- públicas da PM, tenente-coronel Fernando Albano, enviou nota afirmando que "a situação se deu em função de um atraso na distribuição dos armamentos. Porém, às 13 horas do mesmo dia a distribuição foi totalmente concluída", garantiu.

Fonte: DN

Nenhum comentário: