segunda-feira, 23 de setembro de 2013

LÍDER DE QUADRILHA INTERNACIONAL DE TRÁFICO DE DROGAS É PRESO EM FORTALEZA


As polícias Militar e Civil da Paraíba deflagaram, na manhã desta segunda-feira (23), Operação Prefixo, que desarticulou uma organização internacional de tráfico de drogas, responsável pelo comércio de entorpecentes no Ceará, em outros estados e em mais três países. O chefe da quadrilha, o peruano Walmer Ramirez Campos, de 44 anos, e sua esposa foram presos em Fortaleza. Na Paraíba, 12 pessoas foram detidas. Ao todo, 22 pessoas foram indiciadas.

Líder da quadrilha, Walmer Ramirez, também conhecido como "Gringo" ou "Tony", tinha o suporte de sua esposa, Raquel Vieira de Lima, de 29 anos. O casal fazia a logística para a distribuição de cocaína, crack e maconha. Eles foram presos na rua Rio Branco, no bairro Henrique Jorge, por policiais civis e militares de Patos, sertão da paraibano, com auxílio de policiais civis do Ceará. Ramirez usava o nome de Marco Antônio Chavarry Trujillo.
As investigações começaram há 3 meses, quando foram presos traficantes com 2kg de maconha prensada na cidade de Patos, o que conduziu a Polícia a outros nomes. Além das 14 pessoas presas, outros dois suspeitos estão sendo procurados.
Segundo a Polícia, a droga vinha da Bolívia e entrava no País pelo Acre ou Mato Grosso. Em seguida, o material vinha para Fortaleza, onde era distribuído para a Paraíba, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Maranhão, Acre, Piauí, São Paulo, Amazonas e até mesmo Peru e Espanha.
Também participaram da operação a Promotoria de Justiça da 6ª Vara da Comarca de Patos, a direção do presídio regional da cidade e agentes penitenciários do Grupo Penitenciário de Operações Especiais (GPOE), na Paraíba.
F0nte: DN

Nenhum comentário: