terça-feira, 17 de setembro de 2013

BANDIDOS ASSALTAM POLICIAL DO RONDA E TOMAM ARMA E COLETE A PROVA DE BALA.

Mais um policial militar é assaltado no bairro Parquelândia. Aconteceu na Rua Professor Castelo Branco, a dois quarteirões da sede da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). Um policial militar do Ronda do Quarteirão, identificado apenas por soldado Wilker, foi atacado e teve que entregar para os bandidos uma pistola PT-380, o colete à prova de balas da PM, as chaves do carro e outros objetos.
Esse local fica bem pertinho da rua onde, na última sexta-feira, bandidos atacaram outro policial militar e roubaram um carro descaracterizado que está à seviço da SSPDS. 


Parece que os bandidos estão mesmo querendo enfrentar a Polícia e agindo a poucos metros do prédio onde está o gabinete do novo secretário da Segurança, Servilho Paiva.
Fonte: DN

6 comentários:

Liliane disse...

Os bandidos estão se sentindo tão seguros e protegidos pelas leis que nem a polícia eles não estão mais respeitando.
O negócio ja está ficando sério.
E como sempre ninguém não faz nada.
Os gonvernantes só iram fazer alguma coisa quando chegar a vez deles.
Por enquanto eles estão só vendo os bandidos enfrentar o povo e a polícia.
E quando for a vez deles.Eles só vão fazer quando eles vê acontecer.

Anônimo disse...

que diacho de ronda frouxo é esse??

Anônimo disse...

Eita vida boa essa de badido, pobres policiais, nem reagir os pobres podem, pq se ñ os outros bandidos de gravatas, metem lhes a peia e até com expulsões e presídios, isto é a merda do Brasil dos corruptos bandidos de gravatas. Publique-se.

Anônimo disse...

o problema n é o policial ser frouxo ,sim o efeito supresa e a grande violencia q o ceara esta sofrendo !!

Anônimo disse...

Nos EUA uma vtr só anda com no máximo 03 policiais, mas há de quem pelo menos olhar com cara feia prá eles, e em especial, aos bandidos, esses nem passam perto, sabes pq? lá tem lei e justiça, é justamente o q falta nessa porcaria de Brasil.

indiguinado disse...

nos estamos num pais certo pra bandido se o policial reage e mata o bandido seria demitido e preso se fosse o contrario não dava nada se com os policiais estar assim imagine o cidadão comum