sábado, 17 de agosto de 2013

"BEIJOQUEIRO" DEIXA CADEIA E 24 HORAS DEPOIS É ASSASSINADO


A vítima foi um adolescente transgressor, um adulto com duas passagens pela cadeia e, uma vida afundada nas drogas.
O 9° Batalhão da Polícia Militar da cidade de Quixadá, no Sertão Central cearense, registrou mais um crime na noite dessa sexta-feira, 16, no bairro Campo Velho, especialmente na área denominada de “Mutirão”, a mais delicada da zona urbana. A vítima era bastante conhecida pelos apelidos que ‘conquistou, por assaltar universitárias e beijá-las em seguida.



O pseudônimo ganhou fama em diversos jornais do país pela ousadia e artimanha do elemento. Reginaldo dos Santos da Silva, 19 anos, ficou nacionalmente conhecido por se envolver no submundo do crime ainda na adolescência, ao longo dos anos ganhou diversos pseudônimos, “Don Juan”, “Beijoqueiro”, “Tizil”, ou o mais carinho pelos familiares e amigos, o “De menor”.


“Beijoqueiro” estava preso na Cadeia Pública de Quixadá acusado de assalto, nesta quinta-feira, 15, recebeu alvará de soltura da justiça, 24 horas depois “sentença” do tráfico.
Segundo a Polícia Militar, a vítima foi abordada por dois homens em uma motocicleta, percebendo que iria morrer, correu em direção a um mercadinho, ainda se agarrou com o comerciante, mas os elementos efetuaram os disparos dentro do banheiro do estabelecimento. Os criminosos fugiram sem que populares os identificassem.
Conforme a equipe da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), quatros tiros foram acertados na vítima, dois no pescoço, um na nuca e outro na região omoplata. A vítima chegou a confessar que era usuário de drogas.
Fonte: Revista Central

Um comentário:

Carlão Polícia disse...

"Pagou com vida", essa é a sentença!!!