terça-feira, 4 de junho de 2013

MILITARES ISRAELENSES SÃO PUNIDAS POR POSAR DE UNIFORME E CALCINHA

Um grupo de militares israelenses do sexo feminino foi punido por postar fotos no Facebook em que aparecem de uniforme e roupas íntimas. De acordo com a agência de notícias AP, o incidente é o mais recente de uma série de episódios delicados envolvendo jovens militares e rede sociais na web. Os rostos foram protegidos.


De acordo com o site "Walla", as militares punidas são recrutas baseadas noSul de Israel. 
O Exército não identificou as militares repreendidas e não informou as punições que elas receberam pelo "comportamento impróprio". O caso repercutiu bastante nas imprensas israelense e árabe.




O "Times of Israel" noticiou que no início deste ano um outro soldado israelense foi punido por postar tweets antipalestinos e aparecer em uma foto nu segurando uma arma no Twitter. Ano passado, um soldado apareceu em um vídeo no YouTube dançando de forma insinuante ao redor de uma palestina vendada.





Fonte: PNF via Sobral 24h

6 comentários:

so gostosa disse...

Ah vcs no meu quarto ? gostosasss

so gostosa disse...

Ah vcs no meu quarto ? gostosasss

Anônimo disse...

que beleza !!!

Anônimo disse...

queria ver elas dançando avelocidade 6 na minha cama....que doçuras eh!!!

Lekão disse...

Pelo menos, na seriedade que são as Forças de Defesa de Israel, tenho certeza, que as mesmas serão punidas mediante o seu código penal militar, diferentemente do que aconteceria por aqui, onde as mesmas seriam tratadas até com "ar de celebridades", já vi muito isto em um certo país "tupiniquim".
A título de informação e curiosidade, a cerca do exército de Israel, as mulheres prestam, apenas, o serviço militar obrigatório, que são dois anos e a exemplo do que ocorre com os homens, as mulheres aptas são recrutadas aos 18 anos de idade, e mesmo depois desse período são recrutadas, para um período de duas semanas no ano, até que completem, os 24 anos de idade.
É, lá não tem moleza, quanto aos homens, segue as mesmas diretivas apresentadas as mulheres, sendo que logo depois do período de serviço militar obrigatório, eles servem nas mesmas condições, até aos 40 anos de idade.
Ativa - 155 mil;
Reserva - 600 mil.

Anônimo disse...

Acho que elas estão justamente protestando contra o serviço militar obrigatório, como explicou o amigo Lekao.