sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

HOMEM É MORTO A BALA DENTRO DE VAN EM SOBRAL. PM CAPTURA JOVEM ACUSADO.

O latrocínio na manhã desta sexta-feira em Sobral, já foi elucidado em menos de 3 horas pela Polícia Militar, que realizou a prisão do acusado as 13:30 minutos, na rua Francisco Alfredo Cavalcante no bairro Terrenos.
Era por volta das 10:45 minutos desta sexta-feira 18 / 13, quando aconteceu o latrocínio, (assalto seguido de morte), onde dentro de uma Van de cor vermelha e placas CST 8980 de Sobral-ce, foi anunciado o assalto.

Informações de um dos passageiros da Van, dão conta que vinha mais de 13 pessoas na Van, que faz o trajeto do distrito de Rafael Arruda para Sobral, quando na entrada de Sobral, próximo a Fabrica de Cimento, na Avenida Ermírio de Morais, o bandido anunciou o assalto no exato momento que a vítima tirava o dinheiro para pagar sua passagem. 




A vítima, identificada por Antônio Alves do Nascimento, mais conhecido por senhor “Antônio das barracas” de 62 anos, de Sobral, metalúrgico, residia na rua Pompeu Ferreira da Ponte no bairro da Santa Casa, acabou reagindo ao assalto, foi quando o individuo efetuou o primeiro disparo dentro da Van ainda em movimento, nos pés da vítima que não se intimidou. 


A PERFURAÇÃO

O motorista parou o veículo, e já fora da Van, o bandido conseguiu atingir a vítima entre os peitos, que teve morte no local. Informações dos passageiros, 4 disparos foram feito pelo indivíduo, que saiu em fuga levando parte do dinheiro da vítima, o restante do dinheiro, foi encontrado no bolso da bermuda do senhor Antônio e devolvido a família. O acusado, na pressa da fuga, acabou deixando pistas importantes para sua captura.


Vítima


Na tentativa de não ser identificado, o bandido, tirou a blusa e esqueceu que tinha uma tatuagem nas costas com o nome Raynara e outra na perna direita com desenho, que foram visualizadas por populares, deixando mais fácil para sua captura. Tanto vítima e acusado, pegaram a Van no distrito de Aprazível, onde a vítima, tinha umas barracas alugadas na feira do Aprazível e tinha ido pegar o dinheiro do aluguel das mesmas.




O trocador da Van disse para nossa reportagem, que foi tudo muito rápido, que por pouco não foi também atingido, já que o bandido, fez vários disparos. O motorista falou para a reportagem do Plantão Alerta, que quando o acusado entrou, e não quis sentar atrás, como foi sugerido, achou estranho, ele disse ainda, que já tinha visto o acusado, na feira do Aprazível. Na fuga, o bandido acabou deixando a arma do crime no local, um revolver de calibre 32 com 4 projétil deflagrados. A Polícia Militar, compareceu no local, com o Tenente Coronel Gilvandro, comandante do 3º BPM e o Tenente Alexandre comandante do Ronda do Quarteirão, que logo montarão uma operação, e menos de 3 horas, fizeram a prisão do acusado.



Acusado


A PRISÃO:

No início da tarde, o bandido identificado sendo Francisco Lindemberg Lima de 19 anos, residente no bairro dos Terrenos Novos, e que segundo o Coronel, ele já tem passagem por roubo, foi preso na rua Francisco Alfredo Cavalcante no bairro Terrenos novos em uma residência, onde segundo o próprio acusado, tinha deixado o dinheiro do assalto, com o dono da residência de nome Manoel que no momento estava trabalhando e foi chamado até sua casa. O homem, ao chegar, negou que o bandido tinha dado algum dinheiro para ele, o bandido de frente com o senhor da residência, falou sim, que tinha deixado o dinheiro com ele. No momento de sua prisão, tentou fugir, mas os policiais foram mais rápidos. Os dois foram levados para Delegacia de Polícia Civil, para ser feito os procedimentos.



A ARMA DO CRIME APREENDIDA PELA POLÍCIA MILITAR

O acusado Lindemberg, disse para a reportagem do Plantão Alerta. – Eu trabalhava lá na feira do Aprazível, eu já vi, eu trabalhava de cobrador, eu sabia que ele estava com dinheiro, eu vi quando ele tirou para pagar, eu não sei se estou arrependido, eu peguei um bolim de dinheiro que eu passei para o Manel, que não deu tempo contar não. Foi o que disse o acusado que falou com nossa reportagem friamente.





Segundo o Coronel Gilvandro que comandou a operação, com o apoio do Tenente Alexandre do Ronda, disse que o Lindemberg, já sabia que a vítima, levava dinheiro e que ele trabalhava colocando pessoas dentro das Vans. E através das tatuagens, a polícia conseguiu fazer a prisão do indivíduo. Sobre uma segunda pessoa ter participado, o coronel descartou, disse que o acusado, praticou o ato de forma isolada. Até o fechamento da matéria, não fomos informados do valor levado pelo acusado. Os policiais que fizeram a prisão do acusado, Capitão Leandro, Sargento L. Silva, SD Moura e o pessoal do Serviço de Inteligência da Polícia Militar.


A VAN QUE ACONTECEU O SINISTRO


Fonte: Plantão Alerta

2 comentários:

Anônimo disse...

Não sei se tenho mais palavras prá prática desess monstros bem protegidos, só posso dar parabéns prá eles q estão acima de tudo, e o pobre trabalhador q só tem a vida e nada mais contra eles, coitado de nós trabalhadores pais de famílias, só Deus e mais nada nesse País da bandidagem.

Anônimo disse...

A CULPA SAO DOS DEPUTADOS,SENADORES QUE ESTAO VENDO OS MENININHOS BONS MATAREM,ROUBAREM,ETC E NAO FAZEM NADA PARA MUDAREM ESSAS LEIS QUE SO BENEFICIAM OS MENININHOS ADOLESCENTES....