quarta-feira, 27 de junho de 2012

POLÍCIA PRENDE SETE SUSPEITOS DE ASSALTOS A BANCO NO INTERIOR DO CEARÁ.

Sete pessoas suspeitas de compor uma quadrilha de assalto a bancos no Ceará foram presas entre a noite de terça-feira (26) e a manhã desta quarta-feira (27), de acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Ceará. Os homens foram presos com fuzil, pistolas, coletes à prova de bala e material para fabricar explosivos, usados para explodir cofres e caixas eletrônicos.

Segundo o tenente da Coordenadoria de Inteligência (Coin) do Ceará, Daniel Prado, o grupo estava escondido em uma casa no Bairro Jereissati II, em Maracanaú. De acordo com o tenente, há dois meses o grupo de assaltantes era investigado e estava foragido da cidade de Pacajus. Os três foram presos por volta das 6h portando armas e munição. Segundo Prado, eles não ofereceram resistência a prisão.

Foto: Jangadeiro


O grupo foi encaminhado para a Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) juntamente com o armamento apreendido. A operação foi realizada pela Coin e DRF, em parceria com o Batalhão de Choque o programa de policiamento Ronda do Quarteirão.

Assaltos em alta

Dez cidades do Ceará registraram assaltos a banco neste ano, de acordo com o Sindicato dos Bancários do estado. Em Fortaleza, foram três assaltos. Segundo o sindicato, o número de assaltos nos quatro primeiros meses do ano é quatro vezes maior que no mesmo período do ano passado.



Em quatro ações foram usados explosivos. Em Petencoste, a ação mais violenta, segundo o Sindicato dos Bancários, a explosão destruiu toda agência bancária. Em 27 de fevereiro, um policial militar foi morto em Catarina durante assalto a banco. Mineirolândia, Novo Oriente, Banabuiú, Madalena, Itatira, Irauçuba e Petencoste também tiveram bancos assaltados. Nessas cidades, ninguém foi preso ou ficou ferido.


Foto: Jangadeiro
Foto DN

Fonte: G1CE

Um comentário:

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.