quinta-feira, 31 de maio de 2012

CORPO ENVOLTO EM UMA REDE É DEIXADO NO MEIO DA RUA NO JARDIM IRACEMA.

Peritos examinaram o corpo e descobriram que a vítima foi atingida com golpes de faca, além de ter o crânio afundado. A Polícia suspeita que o crime tenha ocorrido noutro local e motivado por uma ´queima de arquivo´. 
O corpo de José Maria Carvalho, 25, foi encontrado, na manhã de ontem, na Rua Mário Hermes, no bairro Jardim Iracema, na Zona Oeste da Capital. O cadáver estava envolvido em uma rede de dormir, colocada sobre um papelão e dentro de um saco plástico usado para embalar colchão.

A vítima apresentava lesões compatíveis com facadas, nos braços, tórax e cabeça, além de afundamento de crânio provocado por um objeto contundente (pau, pedra ou mesmo uma barra de ferro).Policiais da 3ª Companhia do 5ºBPM (Pirambu) checaram os antecedentes criminais de José Maria Carvalho e descobriram que ele era testemunha de um crime de porte ilegal de arma e morava no bairro Planalto Pici.

Desova

O sargento Eduardo Albuquerque acredita que José Maria Carvalho foi assassinado em outro local e teve o corpo jogado na Rua Mário Hermes, caracterizando uma ´desova´.

Como o crime é de autoria desconhecida, as investigações estão a cargo da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). As informações preliminares foram passadas também aos inspetores do 33ºDP (Goiabeiras), tendo em vista que o caso ocorreu na circunscrição daquela delegacia distrital.

Nenhum morador da área viu o corpo sendo colocado ao lado do muro do terreno, local onde existe muito lixo. Equipes da DHPP e da Coordenadoria de Inteligência (Coin) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) realizam diligências no bairro Planalto Pici, no sentido de descobrir o que poderia ter motivado o crime e levantar nomes de suspeitos. Ninguém foi ainda preso.

Nenhum comentário: