quinta-feira, 23 de junho de 2011

CORRUPÇÃO NO CEARÁ ESTÁ GENERALIZADA, DIZ PROMOTOR.

Das 31 pessoas com prisões preventivas decretadas pelo Tribunal de Justiça do Ceará, na última terça-feira, incluindo o prefeito de Senador Pompeu, Antônio Teixeira de Oliveira, vice-prefeito Luís Flávio Mendes, e o presidente da Câmara Municipal, vereador Tárcido Francisco de Lima, todos do PT, ninguém foi preso. Nem o prefeito se apresentou em uma das delegacias de Fortaleza, como havia sido anunciado ao longo do dia de ontem.

Eles são acusados de integrar esquema de corrupção que se dava por meio de fraudes em licitações. Segundo o Ministério Público, este é mais um município envolvido num esquema envolvendo o empresário Raimundo Morais Filho, o Moraisinho, que teria agido em cerca de 50 prefeituras.
De acordo com o diretor do Departamento de Polícia Especializada, Jairo Pequeno, até as 20 horas de ontem, ninguém havia sido encontrado, portanto, todos continuam foragidos. “As polícias Civil e Militar estão mobilizadas. Os endereços estão sendo checados. A diligência está sob o comando da Delegacia de Capturas”, informou.

Durante a manhã de ontem, o Município de Senador Pompeu foi alvo de diligência da Polícia Civil. Oficial de Justiça, com escolta da Polícia Militar, também foi ao Município, mas ninguém foi localizado.

O advogado Paulo Quezado, que representa o prefeito, informou que se encontrará com seu cliente neste domingo. "Não posso adiantar nada ainda", disse.

Fonte: O Povo

Um comentário:

Granja Notícias disse...

o blog granja notícia está elegendo o melhor blog da região e o seu está lá
acesse www.granjanoticiaonline.blogspot.com