sexta-feira, 29 de abril de 2011

JUSTIÇA LIBERTA POLICIAIS CIVIS ACUSADOS DE SEQUESTRAR E TORTURAR FILHA DE CABO DA PM.

Estão soltos três policiais civis acusados de sequestrar a filha de um cabo da Polícia Militar no ano passado na Região Metropolitana de Fortaleza. De acordo com o repórter Irismar França, os inspetores Aristides dos Santos Neto, José Benedito Lopes Ribeiro e Raimundo Flavinei Liberato conseguiram habeas corpus por conta da lentidão da Justiça, que não concluiu processo em que os três são acusados pelos crimes de extorsão mediante sequestro e tortura no prazo de 180 dias.

Entenda o caso
Em agosto do ano passado, três pessoas foram sequestradas, entre elas, uma adolescente, grávida de três meses, filha de um policial militar. Os inspetores acusados, conforme as investigações, usaram a própria viatura da delegacia em que trabalhavam, uma Hilux caracterizada (semelhante aos carros do Ronda do Quarteirão), para manter os ´reféns´ sequestrados enquanto exigiam, via celular, que a família entregasse o dinheiro.
Depois de horas de negociação, o pai da adolescente sequestrada, cabo PM Raimundo Nunes Fernandes, obteve R$ 10 mil e fez a entrega do dinheiro aos policiais civis na rodovia CE-060, em frente à Ceasa, no Município de Maracanaú.
Somente após o pagamento, os três reféns (a adolescente, o caseiro do sítio e um sobrinho dele) foram libertados. Já o cabo Nunes, seguiu a viatura após a entrega do dinheiro e descobriu que os inspetores retornaram ao 6º DP, estacionaram a viatura do pátio da delegacia e, rapidamente, foram embora dali em um Corolla.
Três dias depois, os três acusados se apresentaram e foram presos. O inquérito foi concluído, mas não foi julgado pela Justiça no prazo de 180 dias. Os três conseguiram um habeas corpus e devem aguardar o julgamento em liberdade.
Com informações do repórter Irismar França

Nenhum comentário: