terça-feira, 29 de março de 2011

GAROTO VINGA A MORTE DO PAI DEPOIS DE 12 ANOS.

Policiais militares da 4ª Companhia do 6º BPM (Conjunto Ceará) apreenderam, no começo da tarde de ontem, um adolescente de 16 anos, acusado de esconder a arma usada em um homicídio praticado na manhã de ontem por outro jovem de apenas 17 anos. A Polícia acredita que o crime tenha sido motivado por uma vingança, já que a vítima, Genário da Rocha Lima, 40, era acusado de ter assassinado o pai do adolescente que o executou.
De acordo com o major PM Océlio Alves, logo após o crime as equipes do Ronda do Quarteirão e do Policiamento Ostensivo Geral (P.O.G.) foram às ruas e conseguiram apreender o adolescente que havia escondido a arma usada no assassinato, em uma residência, situada na Rua F, no Conjunto Nova Residência, no Parque Santa Cecília.Enterrado

O revólver calibre 38 foi encontrado enterrado no quintal da casa pelo cabo PM Rutênio, depois que ele, juntamente com o cabo Rubens e o sargento Vidal apreenderam o adolescente. "Chegamos na casa e o som estava ligado, mas não havia ninguém na sala. Chamamos, e ele (adolescente) saiu aparentando muito nervosismo. Fomos ao quintal, encontramos terra revirada e muitas pegadas", contou o cabo Rutênio. O garoto negou que a arma tivesse sido enterrada por ele. "Estava em casa assistindo TV. Não tenho arma e nunca fui preso", argumentou.

O jovem apontado pela Polícia como responsável pelo homicídio conseguiu furar o cerco. Segundo a Polícia, a mãe dele contou que o rapaz tinha cinco anos de idade quando o pai foi assassinado. "A mãe disse que ele sabia que a vítima tinha matado o pai dele. Acreditamos que o crime foi motivado por vingança", afirmou Alves.
Fonte: DN

Nenhum comentário: