terça-feira, 13 de abril de 2021

QUATRO SERVIDORES DA PREFEITURA DE FORTALEZA SÃO AFASTADOS SOB SUSPEITA DE FRAUDES NO HOSPITAL DE CAMPANHA DO PV


Foram cumpridos também 10 mandados de busca e apreensão em Fortaleza e São Paulo 


O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) informou hoje (13) que a “Operação Caldeirão” cumpriu 10 mandados de busca em apreensão, sendo seis em Fortaleza e quatro em São Paulo. A investigação apura suspeitas de fraudes na construção do Hospital de Campanha do Estádio Presidente Vargas (PV). No alvo, estão a Prefeitura de Fortaleza e a Associação Paulista para Desenvolvimento da Medicina (SPDM), que firmaram contrato de R$ 96 milhões. 


Leia a matéria completa AQUI

6 comentários:

Anônimo disse...

Esses são só os peixes pequenos,o ministério público juntamente com a polícia federal tem que investiga e chegar nos graúdos.

Anônimo disse...

Espero que não termine em pizza, como tudo no Brasil.
Que essa operação chegue em todos os municipios,pra ver a desumanidade que os administradores estão fazendo com o dinheiro público.

Unknown disse...

Enquanto a corrupção esxiti não se ajeita nada no BRASIL

Anônimo disse...

Que essa investigação seja célere e isenta. Punição imediata aos fraudadores criminosos

Anônimo disse...

Queria ver ser preso era os grandes que estão por trás de tudo, ex prefeito , prefeito e governador.

ze minhoca disse...

Federal neles