segunda-feira, 4 de novembro de 2019

QUATRO BANDIDOS CEARENSES DA QUADRILHA DOS PIPOCAS MORREM EM CONFRONTO COM A PM DE TOCANTINS


A Polícia Militar de Tocantins apresentou o armamento encontrado com os criminosos 

Chegou ao fim a saga criminosa de um grupo familiar cearense envolvido em roubos a bancos, ataques a carros-fortes, seqüestros e mortes de policiais em diversos estados brasileiros. Nos próximos dias deverão chegar ao Ceará os corpos dos quatro bandidos que pertenciam à família dos “Pipocas”, que morreram, na madrugada da última sexta-feira (1º), em confronto com a Polícia Militar no estado do Tocantins. Ontem, as autoridades daquele estado apresentaram à Imprensa as armas da quadrilha. 
Fuzis de calibre 5.56 e 7.62, de uso restrito das Forças Armadas e da Segurança Pública, além de uma farta quantidade de munições e carregadores, foram encontrados na mata, na região do Município de Pequizeiro, na região Central de Tocantins. O arsenal foi encaminhado ao Comando da PM, em Palmas, para onde também foi levado e velado o corpo do sargento PM Deusdete Américo Gama, 53 anos, que morreu na troca de tiros com a quadrilha dos “Pipocas”. O militar recebeu dois tiros no peito, chegou a ser socorrido ao Hospital Municipal de Araguacema, mas não resistiu. 
Os quatro bandidos mortos foram identificados como: Elineudo Oliveira Silva, Elineuton Oliveira Silva (irmãos), Ângelo Márcio Rodrigues e Paulo Sérgio de Oliveira. Todos eram naturais do Município de Quixadá, no Sertão Central do estado (a 154Km de Fortaleza). 


Mortes 

De acordo com as investigações das autoridades de Tocantins, a quadrilha atacou e explodiu um posto bancário (Bradesco) na Região do Pequizeiro, na última quinta-feira (31), e trocou tiros com a PM horas depois. Em seguida, o grupo tentou atacar um carro-forte. Houve um segundo tiroteio com a Polícia na madrugada de sexta-feira, ocasião em que o sargento Gama e os quatro bandidos cearenses acabaram mortos. O confronto aconteceu na rodovia estadual TO-342, entre os Municípios de Goianorte e Araguacema, a cerca de 289 quilômetros de Palmas, capital do estado do Tocantins. 
Armados com fuzis, os criminosos dispararam tiros contra as patrulhas da Companhia de Ronda Tática Motorizada (Rotam), do Batalhão de Policiamento de Choque da PM de Tocantins. Os militares revidaram, se estabelecendo o confronto no matagal às margens da rodovia TO-342. 

Fonte: Fernando Ribeiro

8 comentários:

Anônimo disse...

serviço completo parabens heroes

Anônimo disse...

kkkkkkkkkk so isso rsrsrsr

Anônimo disse...

que pene que o heroe morreu o bim e que foi tirado de circulação esse lixos que so vivia do mal que DEUS conforte a familia do sargento

Anônimo disse...

triste pelo o guerreiro mais esse maldito vão atentar o capeta agora ou virse e versa parabens guerreiros pela coragem

Anônimo disse...

Aí sim que é bandido.

Anônimo disse...

Aí foi sal

Anônimo disse...

so assim foi cortado o mal pela raizisso sim e serviço completo parabens heroes os heroes do cera tem que fazer e assim com essas bacteria que vivem do mal

Anônimo disse...

a policia militar essa sim trabalha muito em prol da sociedade parabens para o blogg valeu sargento flavio heroe duas vezes