sábado, 16 de novembro de 2019

GRUPOS DE ADVOGADOS É INVESTIGADO POR AJUDAR FACÇÕES CRIMINOSAS


Na Polícia Civil, há três inquéritos em fase de conclusão, nos quais são apuradas as condutas dos advogados. Os suspeitos pertenceriam a diferentes núcleos de facções criminosas instaladas no Estado 

Investigações da Polícia Civil do Ceará apontam que cinco advogados atuavam dentro de facções criminosas auxiliando nas tratativas para o tráfico de drogas e também tentaram ajudar na ação de fuga de detentos encarcerados nas unidades prisionais em Itaitinga. Os suspeitos se distribuíam em diferentes núcleos, sendo responsáveis desde entregas de bilhetes até o monitoramento do veículo que iria auxiliar na fuga. 
De acordo com a Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco), há três inquéritos distintos em fase de conclusão para apurar as condutas dos advogados Alberto Lucas Nogueira Lima, Elisângela Maria Mororó, Rafael Paulino Neto, Lucas Arruda Rolim e Alaor Patrício Júnior. Eles são suspeitos pelos crimes de organização criminosa, associação para o tráfico e tráfico de drogas. 
O delegado titular da Draco, Harley Filho, revelou a atuação de cada um dos suspeitos. Alberto e Elisângela seriam cúmplices de um plano que visava ajudar na fuga de líderes de uma facção criminosa. Harley conta que Alberto Lucas era responsável por passar para detentos os detalhes do plano. Um agente penitenciário teve acesso ao bilhete... Leia a matéria completa no Diário do Nordeste.

Camocim Polícia 24h

Nenhum comentário: