VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

sexta-feira, 28 de julho de 2017

EM CAMOCIM, SEGURANÇA PARTICULAR É EXECUTADO A BALA DENTRO DE OFICINA


A polícia registrou mais um homicídio durante a tarde desta sexta-feira, 28. O 9º homicídio do ano de 2017 e o 3º somente no mês de julho. O último crime de morte ocorrido ocorreu no dia 20 de julho. Relembre AQUI.

Era por volta das 17h20 quando populares ligaram para o 190 informando sobre disparos de arma de fogo no cruzamento das ruas Santos Dumont com Marechal Deodoro próximo a uma oficina de Bicicleta, no bairro da Praia. Imediatamente equipes policiais foram ao local e já encontraram um homem morto dentro da oficina atingido por quatro tiros. A vítima foi identificada como Kessejones Silveira Cardoso, 23 anos, o qual trabalhava como segurança particular em festas e outros eventos e era bastante conhecido em Camocim.

Dupla em moto

De acordo com informações repassadas ao Camocim Polícia 24h, a vítima Kessejones estava nas proximidades da oficina quando chegaram  dois elementos magros trafegando em uma moto Honda Titan vermelha e sem placa, os dois de blusões e capacetes na cor preta. O garupeiro sacou um revólver cromado e disparou vários tiros na vítima, sendo que quatro deles teriam lhe atingido, um na nuca, um nas costas e dois nos braços. Kessejones morreu ali mesmo no local.



Motivação

Kessejones era conhecido por trabalhar como segurança particular, muitas as vezes trabalhava dando apoio à polícia em festas e outros eventos. Vale ressaltar que no festival de quadrilhas de Camocim Kessejones estava trabalhando de segurança e durante uma confusão, quando tentava separar uma briga, ele foi lesionado a gargalo de garrafa. Na época o acusado foi preso e feito o procedimento  em Jijoca. Ainda não se sabe o real motivo da execução, no entanto a polícia acha que tenha alguma ligação com a sua atividade de segurança.

Diligências

Por determinação do Major Dias, todo aparato policial de serviço está realizando diligências na tentativa de encontrar e prender os acusados. Qualquer informação sobre os bandidos ligue anonimamente para o 190.



Camocim Polícia 24h

GRANJA-CE: PM'S DO BATALHÃO DE DIVISAS APREENDEM MENOR, PRENDEM ADULTO E RECUPERAM MOTO ROUBADA

Durante a noite de quinta-feira, 27, pm’s do Batalhão de Divisas apreenderam um menor, prenderam um adulto e recuperaram uma moto roubada no distrito de Ibuaçu, zona rural de Granja.
Os policiais patrulhavam pelo distrito quando por volta das 23h00 avistaram dois elementos trafegando em uma moto em atitude suspeita e resolveram aborda-los. Logo os pm’s descobriram que a moto Honda CG 125 Titan, 2002/2003, cor prata e placa LOP-1245 do Rio de Janeiro era roubada. O veículo era conduzido pelo adolescente M.O.A., 15 anos. Com o garupeiro Zacarias de Sousa, 21 anos, os pm’s encontraram três trouxas de maconha e duas pedras de crack. Os dois foram conduzidos para a DPC de Jijoca onde contra o menor foi feito um BOC compatível ao crime de receptação e contra o adulto foi feito um TCO por crime de consumo de drogas, sendo os dois liberados em seguida. A moto recuperada pelos pm’s será devolvida ao seu proprietário.

Estiveram na ocorrência: Sgt De Paula, Sds Diogenes, Farias, Wemerson, F Lima, Bruno Costa e Costa Gomes
Camocim Polícia 24h

LEIA E SE REVOLTE!!! ROUBO DE CELULARES NO BRASIL PODERÁ NÃO SER MAIS CRIME

O STF tem dado jurisprudência para a versão de que o furto de um celular com valor de até R$ 500 cai no princípio da insignificância, quando se entende que o acionamento da Justiça é desproporcional e não compensatório para o crime cometido.
Entenda: o princípio da insignificância é usado para o caso do roubo famélico – quando o ladrão rouba comida, ou rouba algo ínfimo para se alimentar – ou em casos de somas minúsculas, como o furto de uma caneta. Agora, o entendimento do STF, a mais alta corte do país, é que o furto de celulares de até R$ 500 deve ser enquadrado no mesmo princípio, para “desafogar a Justiça”.
Em reportagem da Record, populares se indignaram com a visão do STF. Seja um celular ou sejam 10 centavos, “é meu”. A população brasileira tem noção do valor da propriedade privada, fruto do trabalho, perante o roubo, fruto da violência e da subtração do trabalho de outrem. Um cria uma riqueza, outro destrói riqueza e trabalho alheio pela violência.

Teoria das janelas

Basicamente, a Teoria das Janelas Quebradas diz que se um edifício tem janelas quebradas por vândalos, a tendência é que outros vândalos quebrem mais janelas. A lição óbvia é para consertar os problemas enquanto são pequenos para evitar vandalismo. A lição óbvia, mas nem sempre lembrada, é que um crime que cause algum resultado (nem que seja chocar a sociedade) é imediatamente repetido. Os roubos de celular falam por si.
Se difundido o pensamento de que furtos ou mesmo roubos de celulares são de pouca importância isso certamente vai gerar uma epidemia de roubos de celulares que tornará a vida no Brasil bem mais cara, preocupante e violenta.

Roubar celular caro dá cadeia! Roubar celular barato tá liberado?

Você é pobre. Consegue, com muito esforço e sacrifício, comprar um celular baratinho para poder acessar a internet pré-paga de 50MB. Você está na mesa de um bar com seu amigo rico que tem um iPhone 7. Lamentável e coincidentemente, dois bandidos roubam ambos os celulares e são pegos. O bandido que roubou o iPhone 7 de seu amigo rico será preso, já o que roubou o seu Xing Ling será solto na hora, com a ficha limpíssima. Essa talvez será a realidade daqui há alguns dias em nosso País e temos que agradecer aos 8 dos 11 juízes do STF.

Via sensoincomum

VÍDEO: POLICIAL MILITAR SOFRE ATENTADO EM UMA LANCHONETE NA CIDADE DE PACAJUS

Um policial militar foi ferido a tiros em uma tentativa de execução sumária na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). O crime ocorreu na noite de quarta-feira (26), no momento em que o PM se encontrava em uma lanchonete, localizada no Centro da cidade de Pacajus (a 49Km da Capital).
O soldado Rafael foi atacado por, pelo menos, dois bandidos. O crime foi filmado pelas câmeras da Lanchonete O Ferreira, situada na Rua Guarani, bem próximo da sede das Prefeitura Municipal, e mostra quando um dos criminosos entra no local já com uma arma em punho e se dirige ao policial que está sentado à espera do lanche. O militar estava de folga e à paisana, mas logo é reconhecido pelo criminoso que dispara um tiro à queima-roupa.
O tiro atinge o PM no ombro. Surpreendido, o militar rapidamente saca sua pistola e segue e em direção aos criminosos. No momento do crime havia outros clientes no local, inclusive uma mulher idosa. Os momentos são de desesperos e todos saem correndo tentando se abrigar  dos tiros disparados dentro da pizzaria.
O policial militar foi medicado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Pacajus e em seguida liberado. Durante todo o restante da noite e na madrugada desta quinta-feira, a Polícia Militar realizou diligências no Município, na tentativa de encontrar os criminosos.

Fonte: Fernando Ribeiro