quarta-feira, 15 de novembro de 2017

POLÍCIA REGISTRA QUATRO HOMICÍDIOS EM MENOS DE 12 HORAS NA CIDADE DE SOBRAL


Foram registrados 4 homicídios em menos de 12 horas na terça-feira, 14, na cidade de Sobral. 

1º homicídio

O primeiro homicídio ocorreu no bairro Sumaré, por volta das 11h, a vítima foi identificada por João Archimendes Frota Filho, 23 anos, foi alvejada a bala por indivíduo conhecido por "Lourinho", que se evadiu do local. A vítima ainda chegou a ser socorrida para o hospital Santa Casa, mas infelizmente não resistiu e veio a óbito.

2º homicídio

O segundo homicídio aconteceu por volta das 21 horas no bairro Dom Expedito (Várzea Grande). A vítima foi identificada por Francisco Flávio de Sousa Ferreira, 27 anos. Os criminosos efetuaram vários tiros contra a vítima, que morreu no local. Os criminosos fugiram em rumo ignorado.

3º e 4º homicídios

Por volta das 21h30, na Travessa Raimundo Nonato dos Santos, bairro Terrenos Novos, ocorreu um duplo homicídio. Seis homens em três motocicletas efetuaram aproximadamente 30 tiros, lesionando cinco pessoas, duas morreram no local e as outras três foram socorridas para o hospital Santa Casa. As duas vítimas fatais foram identificadas por "Tonhão" e João Batista do Nascimento, 24 anos.

Em todos os homicídios as Polícias Civil e Militar estiveram no local, realizando os procedimentos legais, A Perícia Forense também esteve presente, realizando os trabalhos periciais e encaminhou os corpos para o IML. A Polícia Civil irá investigar os homicídios através de inquérito policial.

Fonte: Sobral 24 horas

5 comentários:

Anônimo disse...

Sobral está tomada por facções criminosas.

Anônimo disse...

A única solução é tomar medida conjunta com governo. As familias podem internar involutariamente esses dependentes quimicos, mas onde? Isso já é caso de saúde pública. Não fazem nada porque é filho de pobre se morrer é menos gasto para o governo só vai gastar com a gasolina do rabeção. Sinceramente acredito que o governo vê o caso da droga no Brasil como um controle de natalidade. Não é possível que não haja dinheiro para construçao de clínica, mas morrer é mais barato? Esse individuo requer gastos para o governo ( educação, saúde, previdência etc). Nessa conta é mais barato até pagar a polícia. Mas o governo poderia entender que a dor de perder um filho é sem tamanho. É uma vida que pode ser resgatada. Se alguém que ouvisse o tamanho do grito dessa dor....

mm disse...

Concordo

Anônimo disse...

Concordo plenamente, vai vê se esse... ...não gastam nosso dinheiro com viagens luxuosas..

Anônimo disse...

Êê,so Deus meu amigo!