VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

VC REPÓRTER - CONTRIBUA CONOSCO E ENVIE FOTOS E VÍDEOS

domingo, 24 de setembro de 2017

SOLDADO DA POLÍCIA MILITAR É PERSEGUIDO E MORTO A TIROS NA AV. FRANCISCO SÁ, EM FORTALEZA

Francisco Leandro Conceição Santana, 34 anos, trafegava em um carro pela via quando foi abordado por homens em motos.

Um policial militar foi baleado no Bairro Jacarecanga na madrugada deste domingo (24) e morreu no hospital Instituto Doutor José Frota (IJF).
O soldado Francisco Leandro Conceição Santana, de 34 anos, estava em carro conduzido por um amigo na Avenida Francisco Sá, com destino a um posto de combustíveis na esquina com a Rua Padre Anchieta, quando o veículo foi abordado por homens em motos.
Os criminosos perseguiram e atiraram em direção ao carro do policial, que chegou a revidar, disparando contra o grupo, mas foi atingido. Baleado, o agente foi levado para o IJF, mas não resistiu aos ferimentos.
As investigações do caso estão a cargo da 11ª delegacia da Divisão de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), unidade que apura crimes contra profissionais de segurança no Ceará. A delegacia apura as circunstâncias do crime e trabalha para identificar e prender os assassinos.

O agente ingressou na Polícia Militar em 10 de junho de 2014. Era lotado na 2ª Companhia do 8º batalhão. Em nota, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) manifestou pesar pela morte do soldado e se solidarizou com os familiares e amigos do militar. "Neste momento de dor, a SSPDS reconhece os relevantes serviços prestados à sociedade cearense pelo profissional de segurança e ressalta que não medirá esforços para prender os responsáveis pela sua morte", diz a nota.

Fonte: G1Ce

2 comentários:

Anônimo disse...

Para o estado do mais um pra estatística de crime de assassinato, pros familiares um filho, um marido, um pai, e para os amigos só restou às boas lembranças, lamentável uma perda irreparável,até quando vamos viver refém dos bandidos? Alô justiça, alô poder legislativo, Socorrooooo..

mm disse...

Tragédia